Ads Top

Arbitragem e desatenção: jogadores elegem fatores que levaram a derrota do colorada

O Comercial sofreu a primeira derrota no Campeonato Sul-Mato-Grossense na tarde deste sábado (4) para a Serc. Mesmo saindo em vantagem e mantendo o resultado até o início da etapa final, o Colorado sofreu a virada, ainda conseguiu empatar novamente, mas nos minutos finais sofreu o gol que decretou a derrota.

Fator predominante para a queda de ritmo do time no segundo tempo, a expulsão do meio-campista Rodrigo Ost foi lembrada pelo jogadores do Colorado após o jogo, que criticaram a arbitragem pela expulsão e por não punir com cartões os jogadores da Serc em outras chegadas mais fortes, no entanto, os jogadores também lamentaram as falhas que resultaram nos gols da equipe do interior.

“Um pouco de desatenção que a gente teve definiu o resultado, isso não pode acontecer. Tem que entrar ligado pra não ser surpreendido. Na minha visão a arbitragem prejudicou um pouco a gente, mas futebol é assim. Trabalhar mais forte pra conseguir uma vitória”, disse o meia Renan.

Foto: Anderson Ramos/Capital News
O zagueiro David criticou a forma de jogo do time de Chapadão do Sul, alegando excesso de força em algumas divididas. “A gente veio disposto a jogar futebol. O time deles veio pra dar pancada, pra bater, mas a gente não entrou na deles, tentamos jogar bola”, disse o jogador, enquanto o lateral Lucas Paulista ressaltou as falhas da equipe e não deixou de criticar o árbitro Thiago Gonzaga: “A gente falhou em alguns momentos que não podia. A gente criou muitas chances, mas acabamos não guardando. Temos que trabalhar mais pra melhorar no próximo jogo. E esse juiz ai, está de brincadeira”, afirmou.

Por fim, o gerente de Futebol do Colorado, Paulo Telles, avaliou o resultado como normal, devido a entrega dos jogadores da Serc durante a partida, mas seguiu a linha dos atletas ao não amenizar a influência do árbitro no resultado e criticar a postura do alvirrubro como mandante.

“A Serc teve uma postura defensiva, veio para fazer um jogo marrento, difícil, truncado. A arbitragem foi fraca, totalmente conivente com a violência, expulsou injustamente um jogador nosso, que acabou com o nosso sistema de jogo, mas o Comercial também não teve uma postura de mandante de jogo, foi apático, não se impôs. Mas é normal, estamos começando agora a temporada”, disse o dirigente.

Com uma semana para trabalhar até o próximo jogo, o Comercial só volta a campo no próximo domingo (12), às 16h, novamente no estádio Morenão, em Campo Grande, desta vez contra o União/ABC, que tem os mesmos três pontos que o Colorado na classificação.

Por Arquibancada MS

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.