Ads Top

No retorno de Ceni ao Morumbi, São Paulo goleia a Ponte Preta por 5 a 2

O retorno de Rogério Ceni ao estádio do Morumbi, agora como técnico do São Paulo, não poderia ter sido melhor. Com atuação implacável, o tricolor paulista aproveitou os erros defensivos da Ponte Preta e goleou o adversário por 5 a 2, na tarde deste domingo (12), em jogo válido pela segunda rodada do Paulistão.

Diante de mais de 50 mil torcedores, os são-paulinos finalmente conseguiram convencer e venceram primeira vez sob o comando de Rogério Ceni. A vitória coloca o clube na liderança do Grupo B, com três pontos.

Depois de um início equilibrado, o São Paulo começou a se sobressair sobre o adversário no final da primeira etapa. Antes, porém, viu a Ponte abrir o placar aos 22 minutos. O atacante William Pottker rolou para o volante Matheus Jesus. De fora da área, ele soltou uma bomba e no ângulo direito do goleiro Sidão.

Após isso, os donos da casa dominaram completamente e chegaram a ficar com 80% de posse de bola. O gol de empate saiu aos 32 minutos. O zagueiro Kadu deu um bote errado na intermediária e deixou espaço para o atacante Gilberto invadir a área e bater cruzado. O goleiro Aranha espalmou e, na sobra, o meia Cueva mandou para o gol vazio.

Já no segundo, aos 43 minutos, Kadu saiu jogando errado. Melhor para Cueva, que ficou com a bola, e enfiou para Gilberto bater na saída de Aranha para virar o placar e colocar o tricolor em vantagem.

No segundo tempo, o time do Morumbi foi avassalador. O terceiro gol saiu aos 11 minutos. O zagueiro Fábio Ferreira saiu jogando errado e entregou nos pés do volante Thiago Mendes. De fora da área, o meio-campista bateu colocado, no ângulo direito de Aranha.

O terceiro gol desestruturou de vez os campineiros, que não demoraram muito a sofrer o quarto gol. Aos 13 minutos, o atacante Luiz Araújo passou como quis por Fábio Ferreira e rolou para Gilberto. Ele concluiu e a bola ainda desviou em Nino Paraíba antes de entrar.

Sem poder de reação, a Ponte continuou a assistir o adversário dominar o jogo. Tanto que o São Paulo chegou ao quinto gol aos 24 minutos. Após escanteio da direita, Aranha saiu mal e a bola sobrou sozinha para Gilberto marcar. O atacante Lucca chegou a diminuir aos 38 minutos, mas não impediu a goleada.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.