Ads Top

Sete e Naviraiense estreiam no Estadual com empate em 1 a 1 no Douradão

O atual campeão estadual começou nesta quarta-feira (1) a defender o título conquistado ano passado e, mantendo a tradição, teve muita dificuldade contra o Naviraiense no estádio Douradão. O time douradense criou mais, mas a vantagem que daria a vitória não aconteceu graças a excelente atuação do goleiro Bruno, com diversas defesas decisivas. A partida foi a única realizada do Grupo B, que ainda tem Águia Negra, Corumbaense, Ivinhema e Urso.

Foto: Rafael Coca/MS Em Foco
Empurrado pela torcida, os melhores lances de gol do primeiro tempo foram do Sete, mas o goleiro Bruno justificou a escolha como melhor em campo. A primeira defesa foi tranquila em chute de Jeferson aos dez minutos, mas aos 28, Rosolem recebeu perto da área, girou e bateu firme, mas o goleiro do CEN conseguiu desviar.

Aos 31, foi a vez de Pavão arriscar em cobrança de falta. O meia buscou o ângulo esquerdo e Bruno alcançou a bola em bela defesa. Aos 37, Jô avançou pela esquerda e cruzou, a zaga tentou afastar e a bola sobrou para Jeferson cabecear a queima-roupa e o goleiro mais uma vez levou a melhor. O Naviraiense chegou apenas no final da etapa em um chute de Marcelo Andrade da entrada da área, mas para fora.

Segundo tempo

Na volta do segundo tempo, o Naviraiense aproveitou erro da defesa do Sete para abrir o placar logo aos dois minutos. Juan saiu jogando errado e mandou a bola nos pés de Marcelo Andrade que teve tranquilidade para olhar a posição de Alan Tobias e bater sem chance de defesa.

A desvantagem fez Mauro Marino mexer no time, mandando Thiago Mattos e Pablo para o jogo. As mudanças fizeram a pressão do Sete seguir e o goleiro Bruno continuar aparecendo. Aos 15, Pablo desviou cruzamento para o gol, a bola bateu zaga e saiu.

Na cobrança do escanteio, a bola ficou na entrada da área e Pavão emendou de primeira para Bruno defender mais uma vez. Só que na cobrança do segundo escanteio, Jeferson aproveitou para desviar e empatar o jogo. O gol animou o time, mas as chances de marcar rarearam.

O Sete voltou a atacar com perigo aos 29 minutos em lançamento de Jeferson para entrada de Pablo que, de primeira, bateu para fora. No minuto seguinte foi a vez de Pavão arriscar, mas em cima de Bruno. O Jacaré teve contra-ataque aos 34, mas o David chutou torto para fora.

Pouco depois, em cruzamento na área, Alan foi mais rápido para dar um tapa na bola e evitar que Ícaro marcasse. Perto do fim, o Sete teve mais uma chance de marcar o gol da vitória com Natan, mas Bruno outra vez defendeu e fez o jogo terminar mesmo com o placar de 1 a 1.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.