Ads Top

Operário dá 'xeque-mate' em patrocinador e exige pagamento para não romper contrato

O contrato entre o Operário e a empresa Company, patrocinadora master da equipe que terminou a primeira fase na liderança do Grupo A do Estadual 2017, pode estar com os dias contados. A diretoria estuda romper a parceria caso não haja a quitação dos débitos da empresa com o clube.

Foto: Divulgação/OFC
A Company, que também patrocina o Campeonato Sul-mato-grossense, começou sua ligação com o Galo ainda em 2016, quando se interessou por ter participação em atletas da categoria de base do clube - fato que se concretizou em em contrato e terá que ser revisto em caso de rompimento.

Porém, no início do ano, a empresa, que afirma realizar serviços de consultoria empresarial, corretagem e também transações na modalidade 'factoring', se aproximou da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) e passou a ser a patrocinadora oficial do Estadual.

Desde então, os atrasos passaram a ser constantes, gerando problemas ao Operário como atrasos de salários de jogadores. Além da Company, o Operário conta com o patrocínio da empreiteira e incorporadora HVM. Conforme apurado pelo MS Esporte Clube, o valor arrecadado com as duas empresas cobriria apenas 65% da folha do clube, que passa dos R$ 120 mil mensais.

Com os atrasos da Company, a situação ficou mais crítica ainda, já que apenas os repasses da HVM estão sendo realizados. Em contato com a reportagem, o presidente do clube, Estevão Petrallas, confirmou que o jurídico do Galo jurídico notificou a Company.

O prazo dado para a empresa, encabeçada por Celso Araújo, dar uma posição sobre a situação, foi de 15 dias. O prazo vence nesta terça-feira (28). Uma reunião estava prevista para acontecer entre os advogados e gestores do clube e da empresa.

Ainda conforme apurado pelo MS Esporte Clube, o repasse para a Federação também chegou a ficar atrasado, mas os valores devidos já foram quitados após ação nos bastidores do presidente da FFMS, Francisco Cezário. Os valores dos contratos não foram divulgados.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.