Ads Top

Após derrota na Bolívia, Palmeiras demite treinador Eduardo Baptista

O desempenho abaixo do esperado e os resultados negativos obtidos recentemente pelo Palmeiras fez com que o treinador Eduardo Baptista não resistisse à pressão e fosse demitido do cargo pela diretoria palestrina.

Divulgação
A informação veio à tona na noite desta quinta-feira (4) e foi confirmada pelo site oficial do clube a pouco, às 21h57 (horário de MS). Conforme a imprensa paulista, a diretoria do Palmeiras já procurou o ex-comandante Cuca.

Eduardo Baptista assumiu o comando do Verdão em dezembro de 2016, após boa campanha à frente da Ponte Preta no ano passado. Eduardo foi "revelado" para o futebol no Sport, onde também fez campanha destacada e se transferiu para o Fluminense, onde assim como aconteceu no Palmeiras, fez campanha aquém do esperado.

O treinador, que é filho do também técnico Nelsinho Baptista, deixa o Palmeiras depois de comandar a equipe no Campeonato Paulista e no início da Copa Libertadores - onde em cinco jogos, sofreu apenas uma derrota, tida com a "cereja no bolo" da demissão, por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann, da Bolívia.

Somando todas competições, Baptista comandou o Palmeiras 23 vezes, somando 14 vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Mais detalhes sobre a demissão e o possível substituto deverão ser repassadas pelo presidente Maurício Galiotte em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (5).

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.