Ads Top

Giro pela Europa: jogador do MS conquista o tetra no Chipre; time de Keirrison é rebaixado em Portugal

Depois da dobradinha conquistada pelo lateral Ismaily - que nasceu em Angélica e já defendeu o time do Ivinhema - com a camisa do Shakhtar Donetsk no Ucrânia neste temporada, e do atacante Wanderson - que despontou para o futebol no Cene campeão em 2011 - sendo tricampeão búlgaro com o Ludogorets, mais um atleta de Mato Grosso do Sul faz história na Europa.

Vinicius faz história com a tradicional camisa amarela no Chipre (Foto: Chara Savvides/AFP/Getty ImagesGetty Images)
A bola da vez agora é o volante Vinicius Oliveira Franco, campo-grandense que cresceu no bairro Santo Antônio e conquistou o tetracampeonato do Chipre defendendo o Apoel Nicosia. Desde que chegou ao país, no meio do ano de 2013, Vinicius não ficou uma temporada sem o título.

MS na Europa: Mais um pra estante: nascido em MS, Ismaily conquista dobradinha pelo Shakhtar na Ucrânia

Leia mais aqui: Revelado no Cene, Wanderson é tricampeão na Bulgária e garante vaga na Champions League

O último jogo da liga nacional foi disputado no sábado (22), o empate em 2 a 2 com o Apollon. Vinicius começou no banco e entrou faltando 10 minutos, pois o time foi campeão por antecipação e ele foi poupado para a final da copa, que acontecerá na quarta (24), contra o mesmo Apollon.

O título desta temporada veio no dia 13 de maio, quando o Apoel bateu o Omonia por 3 a 1. Esse foi o sétimo troféu de Vinicius pelo clube - quatro ligas, duas copas e uma supercopa. Ou seja, caso vença o Apollon na quarta, será o oitavo título dele com o clube.

Com várias passagens por equipes de Portugal, o volante de 31 anos também chegou neste ano a marca de 100 partidas na liga do Chipre com a camisa do time de Nicósia. Ao todo, o jogador tem 164 partidas realizadas - 44 em competições continentais - e 36 gols marcados - três deles em Champions ou Europa League.

Time de Keirrison é rebaixado em Portugal


Já para Keirrison o amarelo não trouxe a mesma sorte
Já para outro sul-mato-grossense, as coisas não andam tão bem. Depois de um início de carreira arrasador e de estrelato nacional, no Coritiba e no Palmeiras, Keirrison encarou decepções seguidas na carreira, a última nesta temporada, com o rebaixamento do Arouca.

Depois de jogar 30 vezes no ano passado pelo Londrina, Keirrison se transferiu na janela de janeiro para o Arouca, que disputou a primeira divisão de Portugal. O contrato tem duração de um ano e meio - dura até o fim da próxima temporada, 2017/18.

A equipe perdeu a última rodada por 4 a 2 para o Estoril, enquanto o rival direto Tombense venceu, empatou em pontos (32) com o Arouca e ficou com saldo de gols melhor (-23, contra -24), ficando na 16ª posição. Keirrison teve poucas oportunidades na temporada e só foi convocado para o jogo por causa de lesão de outro atacante. Ele começou no banco e entrou durante o jogo. Keirrison é douradense, mas foi revelado pelo Cene e é filho do ex-atacante Adir Carneiro.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.