Ads Top

Judoca do MS cai nas oitavas do Grand Slam russo; Brasil conquista dois ouros, duas pratas e dois bronzes

Não foi dessa vez que a judoca de Dourados, Camila Gebara Yamakawa, conseguiu um resultado mais expressivo defendendo a Seleção Brasileira. Ela disputou o Grand Slam na Rússia neste domingo (21) e acabou sendo eliminada já nas oitavas, pela alemã Jasmin Kuelbs

Divulgação
Pela categoria de atletas acima de 78 kg, Camila perdeu apor ippon, com dois minutos e 34 segundos de luta. Ela já disputou outras competições internacionais este ano e o melhor resultado dela foi no Grand Slam de Baku, em março, quando ficou com o sétimo lugar.

Na mesma categoria que a sul-mato-grossense, Maria Suelen Altheman ficou na quinta posição. O ouro ficou com Sarah Asahina, Kuelbs, que foi quem eliminou Gebara, ficou com a prata.

Já Rafael Silva, judoca medalhista olímpico que nasceu em Campo Grande, não foi bem na categoria dele, acima de 100 kg, e acabou em sétimo. O campeão foi outro brasileiro, David Moura, que bateu o georgiano Levani Matiashvili na final.

Ao todo, o Brasil fechou sua participação no evento com seis pódios: dois ouros, duas pratas e dois bronzes. No sábado, cinco judocas brasileiros subiram ao pódio. Érika Miranda derrotou a russa Alesya Kuznetsova para conquistar seu quarto título de Grand Slam na carreira e somar valiosos mil pontos no Ranking Mundial.

Charles Chibana (66kg) e Marcelo Contini (73kg) também chegaram às finais de suas categorias e saíram com a medalha de prata. Por fim, Rafaela e Mariana Silva garantiram mais dois bronzes para o Brasil, que lidera o ranking mundial nesta temporada.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.