Ads Top

Técnico do Novo diz que sabe o que fazer para vencer o Galo Carijó fora de casa

O Novo passou neste Campeonato Estadual por uma sequência de “jogos mais importantes da história do clube”. Foi assim nos confrontos contra o Águia Negra nas quartas de final, depois contra o Sete de Dourados na semifinal pela primeira vez. Agora, contra o Corumbaense, o clube, de apenas sete anos, pode conquistar o inédito título da Série A, algo inimaginável para muitos no início da competição.

Foto: Anderson Ramos
Para o jogo, o técnico Bazílio Amaral conta com todos os jogadores do elenco disponíveis, a primeira vez nesta fase decisiva após uma sequência de suspensões desde o último jogo da primeira fase. O volante Maguila, que cumpriu suspensão no empate em 1 a 1 pela partida de ida, no Estádio Morenão, está de volta e deve ocupar a vaga de Rafael, que enfrentou o Corumbaense domingo.

Vencer ou vencer
Se contra Águia e Sete o Novo venceu os dois jogos de ida e depois jogando a volta podendo administrar o resultado, desta vez precisa obrigatoriamente da vitória no Estádio Arthur Marinho, que certamente estará lotado. Isso, porém, não parece preocupar Bazílio. “Nossa equipe sabe propor o jogo. Fizemos isso na primeira fase e nos jogos de ida contra Águia Negra e Sete. Até contra o Corumbaense jogamos assim. Então, sabemos o que fazer neste jogo”, explica o técnico, confiante.

O grupo treina em dois períodos nesta quinta e deve fazer um outro trabalho na sexta. Sábado à tarde, os jogadores fazem um trabalho de reconhecimento no estádio da final. “Saímos de Campo Grande às 4h e almoçamos em Corumbá. Por volta das 16h fazemos um treino no Arthur Marinho”, detalha o gerente de futebol, Sandro Muzzi.

FONTE: Capital News

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.