Ads Top

Com laudo desatualizado, liberação do Arthur Marinho fica para os '45 minutos do 2º tempo'

Procedimento dito como rotineiro pelos dirigentes em Mato Grosso do Sul, a publicação de abertura de inquérito pelo Ministério Público para checar a segurança do estádio Arthur Marinho acendeu um sinal de alerta sobre a situação do local. Um dos laudos está desatualizado e vai deixar a definição sobre a liberação do local para a véspera da partida.

Foto: Diário de Corumbá
Datado de 9 de janeiro, mas oficializado no Diário Oficial desta segunda-feira (15) - que tem publicação online feita no site do MPE já na noite de sexta-feira (12) -, o inquérito vai validar ou não os laudos entregues pela administração do estádio.

Segundo informação repassada ao MS Esporte Clube, via assessoria de imprensa, pelo promotor responsável pelo caso, Luciano Bordignon Conte, os quatro laudos exigidos - Engenharia, Vigilância Sanitária, Bombeiros e PM - foram entregues nesta manhã de segunda-feira, porém, o laudo de engenharia estava desatualizado.

Inicialmente válido por dois anos, o laudo de engenharia venceria apenas no início de 2019. Porém, o Arthur Marinho passou por reformas após TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) ser firmado entre prefeitura, então gestora do local, e MP.

Com isso, é preciso que haja uma nova avaliação em laudo complementar de engenharia, com assinatura de ART ou RRT do responsável sobre as condições do estádio pós-reformas.

Até o fechamento do expediente no MP de Corumbá hoje, o laudo complementar não foi enviado. Entretanto, o Corumbaense se comprometeu a levá-lo até esta terça-feira (16) para que seja analisado e, assim, possibilitando que a liberação seja feita a tempo.

O primeiro jogo do Carijó no Estadual 2018, que deveria acontecer apenas no fim de semana, na segunda rodada, foi antecipado para a noite da próxima quarta-feira (17) a pedido da TV Morena, para transmissão ao vivo. A partida será em Corumbá, contra o Operário de Dourados.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.