Ads Top

Na esperança de ver Morenão liberado, Comerário é adiado pela segunda vez

O clássico Comerário que deveria ter sido realizado na segunda rodada do Estadual (dia 21 de janeiro) foi novamente adiado. A esperança ainda é a de conseguir liberar o Estádio Morenão ao público.

Divulgação
Com isso, o duelo com mando do Operário será disputado no sábado de Carnaval, dia 10 de fevereiro - a data marcada até então era o próximo domingo (4).

A alteração de data foi confirmada pelo presidente da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), Francisco Cezário, e pelo mandatário do Comercial, Valter Mangini.

"Já acertamos essa mudança. Eu e o Estevão conversamos e aceitei adiar mais uma semana", frisa Mangini, que acompanhou a partida entre Comercial e Costa Rica nesta tarde de quarta-feira (31), sem torcida.

A mudança ainda não foi oficializada na tabela disponibilizada no site da FFMS, até o fechamento do texto. Lá, também ficarão definidos os remanejamentos dos outros jogos.

Liberação e renda

Apesar do acerto com a construtora HVM e o energético Furioso - da mesma fabricante do refrigerante Refriko e da cerveja Bamboa -, o Operário enfrenta dificuldades para cobrir toda a folha mensal, que chega a R$ 130 mil.

Por isso, a renda da bilheteria do Comerário é considerada essencial para o Operário, mandante da partida. No ano passado, a arrecadação da partida somou, conforme o borderô, cerca de R$ 48 mil líquido.

Na terça-feira (30), presidentes dos clubes se reuniram com os promotores responsáveis por liberar os estádios em Campo Grande.

Cezário esteve hoje no Morenão acompanhando algumas pequenas obras que são feitas no estádio. Representantes do Operário também foram ao local.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.