Ads Top

Contra o Veranópolis, Grêmio perde outra e entra na zona de rebaixamento do Gauchão

Grêmio optou por escalar um time misto na noite deste sábado (17 de fevereiro) e foi punido com outra derrota no Campeonato Gaúcho. O atual campeão da Conmebol Libertadores perdeu por 2 a 1 para o Veranópolis no estádio Antônio David Farina, com gols de Mattioni e Bertotto para os donos da casa. Thonny descontou para os gremistas.

Divulgação/Grêmio
Estacionado nos quatro pontos, porém com um gol de saldo a menos, o time entrou na zona de rebaixamento à segunda divisão do torneio ao ficar abaixo do São Paulo-RS no quesito (-6 a -5). Curiosamente, o rival direto entra em campo neste domingo para encarar o arquirrival Internacional. Antes de voltar a jogar no torneio, o Grêmio encara a segunda partida da Recopa, contra o Independiente, na quarta, em sua arena.

Apesar de incomum, a posição não deixa a equipe tão longe assim da classificação para o mata-mata do Estadual. No Gaúcho,12 times brigam por oito vagas, facilitando o trabalho de equipes que, como Grêmio, demoram a engrenar. O time de Renato Gaúcho, no entanto, claramente precisará melhorar sua produção se não quiser passar qualquer tipo de vexame (rebaixamento ou ausência na fase eliminatória).

O Tricolor agora precisa de uma campanha praticamente perfeita nos quatro jogos restantes, sendo um deles o Gre-Nal. Os outros, ao menos, são justamente contra São Paulo e Novo Hamburgo, além do Juventude, os outros times que estão fora da zona de classificação à próxima fase. O VEC, com 11, está bem perto de passar ao próximo estágio do torneio.

O primeiro tempo vinha sendo de total domínio do Grêmio até os donos da casa abrirem o placar. Mais bem posicionado em campo, o time da capital contou com boas trocas de passe do seu meio-campo e não foi ameaçado. Thony, aos nove, e Lima, aos 13, quase abriram o placar, mas pararam em Reynaldo e na falta de pontaria, respectivamente.

Rival do Corinthians na Libertadores, Boca, Napoli e mais: o domingo no FOX Sports

O domínio foi por água abaixo quando, aos 27, Bressan afastou mal a bola e Felipe Mattioni, cria gremista, dominou na intermediária. Com muita confiança, o meia deixou a redonda quicar e acertou lindo chute, no ângulo esquerdo, sem chances de defesa para Paulo Victor.

A vantagem deu aos anfitriões mais confiança e só não ficou ainda maior antes do intervalo porque Paulo Miranda, embaixo da trave, desviou finalização de Mattioni após boa jogada de Juba. Pouco depois, Talles ainda chutou rasteiro, mas parou em boa intervenção de Paulo Victor.

Os visitantes pareciam decididos a mudar o rumo do embate já no começo da etapa final, pressionando a saída de bola adversária e conseguindo empatar logo aos oito minutos. Em boa jogada individual, Thonny limpou a marcação na entrada da área, colocou na frente e chutou cruzado, sem chances de defesa para Reynaldo.

O problema para os forasteiros foi que, pouco depois, o VEC manteve sua eficiência nas finalizações, com uma contribuição razoável de Paulo Victor. Após cobrança de falta na área, Bertotto cabeceou com firmeza, mas no meio do gol. O arqueiro espalmou para cima e não conseguiu se recuperar, deixando a bola ultrapassar a linha da sua meta, na visão da arbitragem.

Com o tento, que teve pouca reclamação dos gremistas, a equipe da casa se fechou ainda mais e passou a ser um muro praticamente intransponível. Renato tentou mudanças com Maicosuel e os jovens Vico e Dhionatã, mas o máximo que conseguiu foram alguns chutes de fora da área, facilmente evitados por Reynaldo.

Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.