Ads Top

Bragantino faz 3 a 2 no Corinthians e sai em vantagem por vaga na semi do Paulistão 2018

O Bragantino saiu na frente no primeiro jogo das quartas de final do Paulistão. Jogando como mandante no Pacaembu, em São Paulo, o time de Marcelo Veiga conseguiu vencer o Corinthians por 3 a 2, com gols de Matheus Peixoto, Vitinho e Ítalo – Balbuena e Pedrinho descontaram. O resultado positivo deixa o time em vantagem para o jogo da volta, marcado para esta quinta-feira, às 19 horas (MS), desta vez na Arena Corinthians, também na capital.

Divulgação
Com o resultado, o Bragantino joga pelo empate para avançar. Se o Corinthians vencer por apenas um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Mas se a vantagem for de dois gols ou mais o time de Fábio Carille pode comemorar a classificação.

Se sentindo em casa, o Corinthians começou o jogo controlando a posse de bola de bola. Com seis minutos, Emerson Sheik recebeu de Maycon na grande área e bateu de primeira, exigindo uma boa defesa de Alex Alves em dois tempos. Na seguida, o atacante recebeu de Clayson um cruzamento rasteiro, mas perdeu o tempo de bola e acabou furando o chute. Sentindo a pressão, o Bragantino fechou a marcação e dificultava as ações do adversário.

Com 12 minutos, outra chance clara para o Corinthians. Gabriel tabelou com Rodriguinho na estrada da grande área e bateu sem marcação, de frente para o gol, mas jogou por cima. A resposta do adversário veio com Léo Jaime, que recebeu, girou em cima da marcação e tentou finalizar, mas pegou mal na bola. Aos poucos, o jogo foi diminuindo o ritmo, com o Bragantino acertando a marcação e buscando um contra-ataque para surpreender.

Quando o jogo estava caminhando para o fim do primeiro tempo o clima esquentou de novo. Com 39, Maycon arriscou de longe e mandou no travessão de Alex Alves. Aos 47, em um escanteio pela esquerda, Vitinho mandou na cabeça de Guilherme Mattis e o zagueiro ajeitou para Matheus Peixoto, na linha da pequena área e sem marcação, apenas escorar para balanças as redes. O time do Corinthians ficou pedindo impedimento, mas Clayson, na linha de fundo, dava condição para o adversário.

Em apenas doze minutos de bola rolando no segundo tempo, Danilo encontrou Diego Macedo nas costas da marcação. Ele avançou até a linha de fundo e arriscou um chute forte, mas Cássio conseguiu espalmar com apenas uma mão. Depois, com 14, foi a vez de Guilherme Mattis se aventurar no meio de campo e finalizar de longe, para mais uma defesa do goleiro do Corinthians.

O empate corintiano veio em outro lance que gerou bate boca. Maycon cobrou escanteio pela esquerda, Rodriguinho tentou completar e pegou mal na bola. Ela subiu demais e voltou viva para grande área. Balbuena, esperto, subiu mais que o zagueiro e testou para o fundo das redes. O goleiro Alex Alves, do Bragantino, ficou pedindo falta de Romero, que estava no meio do lance, mas o árbitro entendeu que foi lance normal e validou o gol.

Mas a reação do Corinthians durou pouco tempo, já que aos 25 minutos o Bragantino já estava novamente à frente do placar. Ítalo arriscou uma jogada individual pela esquerda, passou por dois marcadores, cortou para o meio e bateu firme. Cássio deu rebote para o meio e Vitinho completou para o fundo das redes.

Depois, com 31 minutos, foi a vez do próprio Ítalo  aproveitar outra sobra do goleiro corintiano para afundar as redes mais uma vez e ampliar a vantagem do time do interior.

No finalzinho, aos 42 minutos, Pedrinho limpou a marcação e arriscou um chute forte de fora da grande área, sem nenhuma chance para Alex Alves no segundo gol do Corinthians. Antes do apito final, com 46, Maycon poderia ter deixado tudo igual em uma cabeçada firme após cruzamento de Emerson Sheik, mas o goleiro apareceu bem para interceder no último lance da partida.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.