Ads Top

Corumbaense segura o Comercial, empata em 1 a 1 fora de casa e está na semifinal do Estadual

Mais um empate em 1 a 1, dessa vez no estádio Morenão, deu a classificação para a semifinal do Estadual 2018 ao Corumbaense, em duelo realizado na noite desta quarta-feira (14). No jogo de ida, o placar também foi um 1 a 1. Apesar de ter ficado em 3º no Grupo B, enquanto o colorado foi o 2º do A, o Carijó tinha a vantagem do empate por ter 12 pontos, contra 11 dos campo-grandenses.

Foto: Marcelo Ezoé
Comercial e Corumbaense realizaram um grande jogo, bastante movimentado desde o início e marcado pela organização dos dois times, que atuaram com uma formação 4-2-3-1, o que dificultou a ação dos ataques, que ficam presos na marcação dos adversários.

Logo aos 15 minutos de partido, veio primeiro lance de perigo colorado, em escanteio. O centro-avante Jô subiu alto, mas colocou de cabeça para fora. As principais jogadas dos donos da casa foram criadas em bolas longas lançadas por Erthal para Eduardo França na direita.

Com 22 minutos no relógio, o camisa 10 do Comercial, Yago, recebeu na esquerda e ganhou a disputa contra o volante do Carijó, Mutuca, e chutou forte. Porém, a bola saiu pela direita do goleiro Guilherme. Aos 33, a jogada de maior perigo para o colorado.

Novamente Yago recebeu na esquerda, mas dessa vez cortou para dentro e achou Lenon entrando em velocidade e livre. O camisa 8 ainda avançou e encarou dois marcados na entrada da grande área. Ele limpou e, com espaço aberto, bateu forte para o gol. Contudo, a bola subiu e foi para fora.

Já o Corumbaense assustou pela primeira vez aos 41 minutos, quando passou a ser visível um cansado da equipe colorada, ficando com uma recomposição e transição mais lenta, dando mais campo para subidas dos laterais. Em uma delas, Valdinei chutou de direita, mas parou em Rubens.

Aos 44 minutos, o camisa 7 Guilherme apareceu em velocidade pela direita, fintou o marcador e saiu com liberdade para achar Geraldo entrando na grande área para pegar cruzado e criar o lance de maior perigo do ataque Corumbaense no primeiro tempo.

Segundo tempo

O panorama do minutos finais da primeira etapa prosseguiram no decorrer do segundo tempo. Porém, quem atacou primeiro foi o Comercial, que voltou do intervalo com o ofensivo Bruno, camisa 17, no lugar do lateral direito Alisson.

Com cinco minutos de bola rolando, Jô iniciou boa jogada pela esquerda, trabalhada até chegar no centro para Fábio, que limpou a zaga e chutou forte para a defesa de Guilherme, bem posicionado no gol do Carijó. Aos sete, foram os visitantes que assustaram em falta.

Daí em diante, o único clube profissional centenário mandou na partida. Aos 22, o meia-atacante Willian recebeu na direita e ficou cara a cara com Rubens, que conseguiu fazer a defesa. Porém, na cobrança de escanteio, o zagueiro Jaime subiu mais alto e abriu o placar para os corumbaenses.

Perto da marca dos 40 minutos, o Corumbaense tirou o pé do acelerador e o Comercial começou a pressionar em busca do resultado, iniciando então um fim de partida eletrizante para o público de 871 torcedores que foram ao Morenão nesta noite de quarta-feira (14) - 629 pagantes e 242 não pagantes, gerando uma renda de R$ 6.690.

Primeiro, a bola foi alçado na área e o zagueiro do alvinegro Augusto tirou de qualquer jeito. Minutos depois, aos 44, Somália subiu ao ataque e viu seu cabeceio parar na trave do goleiro Guilherme. Pouco depois, Jô foi derrubado na grande área e foi marcado pênalti. Na cobrança, o próprio centro-avante fez e empatou a partida.

Contudo, não estava tudo acabado. A arbitragem deu sete minutos de acréscimos, devido a grande quantidade de paralisações durante a etapa final. O Comercial tentou de todas as maneiras a virada, mas não conseguiu, sendo então eliminado da competição. Do outro lado da arquibancada, muita festa da torcida do Carijó, que chegou a terceira semifinal seguida do Estadual.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.