Ads Top

'Momento é de ter no mínimo um adversário para o Cezário', dispara presidente do Águia Negra

Nem tudo são flores na atual relação entre clubes e o atual mandatário da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), Francisco Cezário. O cenário enfrentado pela modalidade no Estado vem levantando correntes de insatisfação e arrancando declarações, no mínimo, polêmicas, principalmente com a proximidade das eleições da entidade.

Presidente do Águia batendo "balãozinho", em 2015
(Foto: Globo Esporte MS/Helder Rafael/Arquivo)
Após Alfredo Zamlutti Junior, um dos nomes levantados pela "esquerda da bola" para rivalizar com o atual presidente, fechar com Cezário a declarar apoio a candidatura do ex-prefeito de Rio Negro, assumindo o cargo de vice da Federação, possíveis iniciativas acabaram murchando.

Nem por isso o presidente do Águia Negra, Iliê Vidal, deixou de declarar sua insatisfação. "Acho que o momento do futebol sul-mato-grossense é de ter no mínimo um adversário ao Cezário. É preciso ter pelo menos um adversário que concorra com ele", dispara o mandatário do clube de Rio Brilhante.

Iliê também comenta que, apesar de saber que a vitória será de Cezário em chapa única, pois ele "amarra de todos os lados", é preciso ter um candidato que tenha o contraditório a atual gestão. "Seria preciso isso para que ele [Cezário] se reúna com seus membros da Federação e possa mudar a postura com relação aos clubes, não só em ano eleitoral, mas também nos outros quatro anos de mandato".

As declarações de Iliê foram dadas após o empate em 1 a 1 com o Novo, no Morenão, quinta-feira (15). Além de insatisfeito com a arbitragem, ele se mostram bastante desgostoso com a remarcação de partidas - que acabou prejudicando o clube financeiramente e também em campo.

Questionado se durante a "turnê" de Cezário em busca de votos no interior do Estado, ele foi visitado pelo presidente da FFMS e assinou manifesto em apoio a ele, o presidente rubro-negro confirmou a visita e assinatura, mas justificou o porquê de assinar.

"Neste momento de final de campeonato, a gente sabe que vive no fio da navalha com a Federação e ninguém é louco de não assinar [documento proposto por Cezário]. Todo mundo assina. Isso não significa que você não possa retirar seu nome depois. Você não é obrigado a manter essa assinatura se você não está contente", completa Iliê.

Costa Rica

Focos de insatisfação também surgem, atualmente, em Costa Rica, onde o clube da cidade foi punido e eliminado por escalação irregular do lateral Paulinho. Principal incentivador da equipe, o prefeito Waldeli dos Santos Roda (MDB) já estaria planejando, inclusive, a entrada de uma ação pedindo esclarecimento sobre as contas da FFMS. Por ora, as informações são apenas extraoficiais.

Um comentário:

  1. Parabéns ao Presidente do Águia Negra, Ilie Vidal,por se posicionar contra a bagunça que vive o nosso futebol, quisera Deus que tenhamos outros presidentes que também tenham coragem de enfrentar esta corja que tomou conta do futebol Sulmatogrossense.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.