Ads Top

Timão faz gol nos acréscimos, vence o tricolor nos pênaltis e avança para dérbi com o Palmeiras

Foi com emoção até o fim, do jeito que o corintiano gosta, e a equipe de Fábio Carille garantiu vaga na final do Paulistão para enfrentar o Palmeiras. Com gol de Rodriguinho, já nos acréscimos do segundo tempo, o Corinthians venceu o São Paulo por 1 a 0 e levou a decisão para os pênaltis, na qual brilhou a estrela de Cássio, defendendo duas cobranças para garantir a classificação.

Divulgação
O resultado foi o mesmo da partida de ida, no Morumbi, quando Nenê marcou o gol da vitória tricolor. A decisão será disputada em duas partidas, com a primeira sendo em Itaquera, no próximo sábado. O jogo de volta, com mando do Palmeiras, ocorre no domingo da semana seguinte.

O primeiro tempo foi de muita disputa, jogadas ríspidas, discussão, mas também lances de perigo. Com mais posse de bola e mais presente no campo de ataque, o Corinthians ditava o ritmo do jogo, mas o São Paulo era mais perigoso nos contragolpes.

Na melhor chance do time visitante, Tréllez foi lançado em velocidade cara a cara com Cássio, mas o goleiro corintiano se antecipou e, de carrinho, afastou o perigo. Éder Militão também teve boa chance após troca de passes dentro da área e finalizou com violência, obrigando Cássio a fazer outra boa defesa.

O Corinthians, por sua vez, chegou principalmente pela direita, com os avanços de Fagner e quase abriu o placar com Emerson Sheik, mas o experiente atacante recebeu dentro da área e bateu por cima.

Etapa final

Na segunda etapa, o Corinthians foi obrigado a correr mais riscos e partir para o ataque em busca do gol que levaria a decisão para os pênaltis. Aos 15 minutos, Carille fez substituição ofensiva sacando o volante Gabriel para a entrada de Pedrinho, que já levou perigo à defesa adversária imediatamente com dribles em velocidade.

A pressão corintiana seguiu até o final. Dominando completamente a posse de bola, o time da casa tentou de todas as formas, mas não conseguia penetrar na defesa bem fechada do rival. As únicas finalizações eram em chutes de longa distância, todos sem direção.

De tanto insistir, o gol da vitória saiu aos 47 minutos, quando o empate já parecia inevitável. Clayson cobrou escanteio pela direita e Rodriguinho, que não é dos mais altos do time corintiano, apareceu sozinho para cabecear para o fundo do gol.

Pênaltis

Na série de cinco batedores para cada equipe, apenas Diego Souza, do São Paulo, e Rodriguinho, do Corinthians, desperdiçaram suas cobranças, com os goleiros Cássio e Sidão defendendo.

Mateus Vital, Clayson, Pedrinho e Maycon marcaram para os mandantes, enquanto Lucas Fernandes, Bruno Alves, Reinaldo e Éder Militão deixaram tudo igual para a equipe visitante.

Nas cobranças alternadas, o experiente Danilo marcou para o Corinthians e Cássio voltou a brilhar, defendendo a cobrança final, em pênalti batido por Liziero. A bola ainda bateu no travessão após o goleiro corintiano espalmar, mas não entrou.

Ficha técnica

Corinthians 1 x 0 São Paulo
Local: Arena Corinthians, em São Paulo

Corinthians: Cássio; Fagner (Mantuan), Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel (Pedrinho), Maycon, Mateus Vital e Rodriguinho; Clayson e Emerson Sheik (Danilo).
Técnico: Fábio Carille

São Paulo: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Petros, Liziero e Nenê (Lucas Fernandes); Marcos Guilherme (Caíque) e Tréllez (Diego Souza).
Técnico: Diego Aguirre

Gol: Rodriguinho, aos 47 minutos do segundo tempo.

Pênaltis

COR: Mateus Vital, Rodriguinho (X), Clayson, Pedrinho, Maycon e Danilo

SAO: Diego Souza (X), Lucas Fernandes, Bruno Alves, Reinaldo, Eder Militão, e Liziero (X)

Cartões Amarelos: Fagner, Henrique e Rodriguinho (COR); Sidão, Éder Militão e Reinaldo (SAO).

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.