Ads Top

Fora de casa, Timão perde para o Bahia e Flamengo empata com o Palmeiras em jogo com confusão

A 12ª e última rodada do Campeonato Brasileiro antes da parada para a Copa do Mundo está encerrada com resultados que marcaram essa data. Entre eles, o duelo do líder Flamengo com o Palmeiras, no Allianz Parque, que terminou empatado em 1 a 1 e a vitória do Bahia por 1 a 0 sobre o Corinthians, na Arena Fonte Nova.

Foto: Staff Images/Flamengo
Na liderança isolada da Série A, o rubro-negro visitou o Verdão querendo aumentar a vantagem para os adversários. No entanto, os donos da casa se imporam em casa e saíram na frente logo aos cinco minutos de jogo. Dudu cruzou na área, Bruno Henrique tocou para o meio da pequena área e Willian entrou na defesa para fazer 1 a 0.

O time da casa seguiu pressionando, enquanto o Fla também buscava o ataque. Na volta do intervalo, o empate rubro-negro saiu aos nove minutos, após Rodinei cobrar escanteio na segunda trave e Thuler subir mais alto: 1 a 1. O jogo seguiu equilibrado até o apito final, com os dois times criando boas chances de mudar o placar.

No entanto, o marcador não foi mais alterado e ainda houve tempo para cenas lamentáveis minutos antes de tudo parar para a Copa do Mundo. Dudu aplicou drible em Cuéllar, foi derrubado pelo adversário, se levantou e empurrou o flamenguista. A confusão generalizada se instalou em campo e culminou com as expulsões dos dois atletas.

Além deles, Jailson e Luan pelo Verdão, Henrique Dourado e Jonas, pelo rubro-negro, foram expulsos. O primeiro a deixar o campo, Dudu foi ovacionado pela torcida, que o chamou de “Guerreiro”. Após os dez minutos de paralisação, o jogo recomeçou aos 55 minutos com volante e meia-armador Moisés no gol palestrino.

Porém, só houve tempo para o Verdão tentar dois cruzamentos na área antes de o juiz apitar o final da partida. Com o resultado, o Flamengo fica na liderança com 27 pontos, enquanto o Palmeiras, com 19, aparece na sexta posição.

Corinthians perde outra; Galo vence de virada

Na Fonte Nova, o Bahia derrotou o Corinthians por 1 a 0 e subiu para o 17º lugar, com 12 pontos. O único gol da partida saiu já no finalzinho. Aos 45 minutos do segundo tempo, Régis puxou contra-ataque pela direita, abriu para Mena, que encheu o pé para decretar a vitória dos baianos. Com a derrota, o Timão desceu para a 10ª posição, com 16 pontos.

Já no Independência, o Atlético-MG também marcou no último minuto e venceu o Ceará por 2 a 1. O time cearense saiu na frente aos 33 minutos do segundo tempo, após João Lucas cruzar, e Naldo chegar na frente e marcar.

Mas, no lance seguinte, o Galo empatou com Róger Guedes, que recebeu de Elias e marcou. Depois, já aos 46, Luan recebeu de Róger Guedes, se livrou da marcação, avançou e fechou a vitória do time mineiro, que agora tem 23 pontos e está na vice-liderança. O Vozão, com cinco, está na lanterna da competição.

Inter supera o Vasco

Em Porto Alegre, o Inter fez o dever de casa e venceu o Vasco na última rodada antes da pausa para a Copa do Mundo. No Beira-Rio, o Colorado derrotou o time carioca por 3 a 1 e subiu para o quarto lugar da tabela, com 22 pontos. O primeiro gol foi de Nico López, aos dez minutos da etapa inicial após passe de Patrick.

Depois, aos 44, Nico cobrou escanteio, a bola foi na cabeça de Leandro Damião, que desviou para Patrick bater de primeira e fazer 2 a 0. Na volta do intervalo, o Vasco passou a ser mais ofensivo e conseguir criar boas jogadas.

Até que, aos 20 minutos, Andrey ficou com a bola após cobrança de escanteio e descontou para a equipe carioca. E, três minutos depois, o Colorado fez o terceiro com Victor Cuesta, de cabeça.  Com a derrota, o Vasco aparece na 11ª posição, com 15 pontos.

Botafogo bate o Furacão

O outro jogo das 21h foi entre Botafogo e Atlético-PR, no Nilton Santos. Jogando em casa, o alvinegro fez valer o mando de campo e venceu por 2 a 0. O primeiro gol foi marcado aos 33 minutos da etapa inicial. Com categoria, Rodrigo Lindoso cobrou pênalti e colocou os cariocas na frente no marcador e diante de sua torcida.

Dominando as ações e cortando os contra-ataques do time paranaense, o Glorioso ampliou aos 26 do segundo tempo. Valencia cobrou escanteio, Yago ajeitou de cabeça para Ygor Rabello completar. Com 17 pontos, o Botafogo aparece no décimo lugar da tabela, enquanto o Atlético-PR, com nove, ocupa a 19ª posição.

Santos vence o Flu, enquanto Sport e Grêmio empatam sem gols

No Maracanã, Fluminense e Santos se enfrentaram em busca da vitória para ficarem ainda mais distante da temida zona de rebaixamento. O Peixe levou a melhor, com o triunfo por 1 a 0, e voltou a somar três pontos após duas partidas.

Agora tem 13, na 15ª posição. Já o Tricolor chegou à quarta derrota seguida e estacionou nos 15 pontos, ocupando o 12º lugar da tabela. O único gol do jogo foi marcado aos 40 minutos do segundo tempo. Diego Pituca cruzou para Bruno Henrique, que matou no peito e finalizou de primeira: 1 a 0.

Já na Ilha do Retiro, Sport e Grêmio fizeram um confronto direto pelo G-6, onde terminaram empatados em 0 a 0. No primeiro tempo, os times pouco criaram. Na volta do intervalo, o Leão pressionou bastante e teve boas chances. Com o empate sem gols, o Grêmio chegou a 20 pontos, na quinta posição. O Sport, com 19, é o sétimo colocado.

Paraná 1x1 Cruzeiro; América 0x0 Chape

No Durival Britto, Paraná e Cruzeiro entraram em campo com objetivos distintos. Enquanto o time da casa precisava da vitória para tentar terminar a rodada fora da zona de rebaixamento, a Raposa estava de olho em uma vaga no G-6. No entanto, após uma partida equilibrada, os times saíram de campo empatados em 1 a 1.

O primeiro tempo foi mais movimentado, com as duas equipes mais ofensivas e arriscando mais chutes a gol. Mas foi na etapa complementar que os dois gols foram marcados. O Cruzeiro saiu na frente aos 19 minutos, com Rafael Sobis, de pênalti.

O Paraná deixou tudo igual aos 30. Junior cruzou na área, e Silvinho chegou com tudo para finalizar de cabeça e igualar a partida. Com o empate, a equipe paranaense chegou a dez pontos e aparece na 18ª posição. O Cruzeiro, com 18, é o oitavo colocado.

Já no primeiro jogo do dia no Independência, o América pressionou mais na etapa inicial e ficou perto de abrir o placar em vários oportunidades, mas não aproveitou. No segundo tempo as chances foram menores, mas não deixaram de assustar os goleiros. A Chapecoense passou a dominar as ações e foi quem levou mais perigo.

Aos dois minutos, Wellington Paulista cruzou, Leandro Pereira deixou passar, e a bola quase enganou Jori. Seria o gol da Chape.  Aos 12, após cobrança de escanteio, Wellington Paulista quase marcou de cabeça. Leandro também teve chance, mas finalizou pela direita de Jori. E, aos 41, Wellington Paulista, mais uma vez, quase acertou de cabeça.

Com o empate sem gols, os dois times somam agora 14 pontos na tabela do Brasileirão. O América-MG aparece na 12ª posição, enquanto a Chapecoense está no 14º lugar. Confira abaixo a tabela completa ao fim dessa 12ª rodada.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.