Ads Top

Marcelo, Miranda e Willian projetam próximos desafios da Seleção no Mundial da Rússia

O empate com a Suíça por 1 a 1 na estreia da Copa do Mundo da Rússia 2018 não abalou a confiança da Seleção Brasileira. É o que garantem Marcelo, Miranda e Willian. O trio avaliou o desempenho brasileiro na partida deste domingo (17), em Rostov, válida pela primeira rodada do Grupo E.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Capitão da Seleção Brasileira na partida, o lateral Marcelo afirmou que a equipe está preparada para jogar bem e ganhar os dois próximos jogos, contra Sérvia e Costa Rica, e que o ponto somado com o empate será bem recebido no fechamento da fase.

"Copa do Mundo é tiro curto. A gente queria muito ganhar, mas o empate, às vezes, pode ser bom no futuro. Nós estamos tranquilos e preparados. Temos mais dois jogos para jogar bem e ganhar. Repito, o empate pode ser bom no futuro", comentou o lateral.

O zagueiro Miranda, protagonista do lance polêmico que terminou com o gol da Suíça, reforçou que o empate não mexe com a mentalidade do grupo. Para ele, os suíços mostraram qualidade. 

"A gente sabia que não ia ser fácil. Vamos pensar no próximo jogo e fazer os três pontos. Tentamos impor nosso ritmo, mas erramos passes. O adversário cresceu porque tem qualidade. O empate não nos abala. Grandes seleções estão tropeçando. O nosso pensamento é jogo a jogo, e vamos fazer um grande jogo na próxima rodada. Vamos sair com a vitória", disse o camisa 3.

Willian fez coro ao discurso dos companheiros. O camisa 19 lembrou que estreias são sempre mais difíceis, mas que a Seleção Brasileira foi melhor em campo. Para o atacante, os possíveis equívocos da arbitragem decidiram o placar final.

"Queríamos sair vencendo. Mas o empate é melhor do que não somar pontos. Copa do Mundo é assim. Jogos são difíceis. Não podemos lamentar esse jogo. Já vamos começar a pensar no próximo. Estreia é sempre difícil, mas o resumo do jogo é que tivemos um volume bom, pecamos no passe e na finalização. Ao meu ver o lance no Miranda foi falta. Não importa a força. Foi o suficiente para deslocá-lo. O juiz deveria ter marcado", frisa o meia.

Após o jogo de estreia, o Brasil retorna para Sochi, onde está concentrada. A Seleção Brasileira volta a campo na próxima sexta-feira (22) contra a Costa Rica às 8h (horário de MS), em São Petersburgo. Os costarriquenhos estrearam com derrota para a Sérvia por 1 a 0.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.