Ads Top

Na Copa do Mundo de 2022 no Catar, Fifa vai aumentar prêmio em R$ 148 milhões

A Fifa anunciou nesta quarta-feira (13) que vai aumentar a premiação para a Copa do Mundo do Catar, em 2022. Segundo a entidade máxima do futebol mundial durante o Sseu 68º congresso em Moscou, a verba total alocada será de 440 milhões de dólares, o equivalente a cerca de R$ 1,6 bilhão.

De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo , o valor corresponde a 26% do investimento previsto, que é de 1,6 bilhões de dólares (R$ 5,9 bilhões).

Embora a Fifa ainda não tenha dado mais detalhes sobre como acontecerá a divisão da verba, a quantia aprovada está relacionada a uma Copa do Mundo de 32 seleções participantes. No entanto, há ainda a possibilidade do evento no Catar ser ampliado para 48 países. A mudança fica nas mãos das autoridades do país sede, que vão definir se permitem mais integrantes.

Para o Mundial da Rússia, a entidade comandada por Gianni Infantino vai destinar 400 milhões de dólares em premiações . Ou seja, R$ 1,48 bilhões. Só o campeão vai receber 38 milhões de dólares (R$ 141 milhões). Na Copa do Brasil, em 2014, o total de prêmios foi de 358 milhões de dólares.

De acordo com um documento divulgado pela própria Fifa, 209 milhões de dólares (R$ 776 milhões) do investimento para a Copa no Catar foram destinados aos clubes de todo o mundo, que cedem seus atletas para as seleções participantes. Entre 2019 e 2022, a entidade tem a expectativa de obter receitas de 6,5 bilhões de dólares (R$ 776 milhões).

"A Fifa tem economia e finanças muito sólidas neste momento. Há um tempo pensávamos que a Fifa estaria em crise econômica financeira, o que não acontece", afirmou Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol e um dos presidentes do Comitê Financeiro da entidade máxima do esporte.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.