Ads Top

Espanha demite técnico a um dia da abertura da Copa e Hierro assume o posto

O técnico  Julen Lopetegui foi demitido da seleção da Espanha nesta quarta-feira (13), a um dia da abertura da Copa do Mundo na Rússia e a dois dias da estreia da "Fúria" diante de Portugal, em jogo válido pelo grupo B da competição.

Treinador tinha recentemente prorrogado contrato até 2020
(Foto: Divulgação/Federação Espanhola)
A demissão foi confirmada em uma coletiva de imprensa pelo presidente da RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol), Luis Rubiales, em Krasnodar, cidade russa em que a seleção da Espanha está concentrada.

O ex-zagueiro Fernando Hierro , diretor da Federação e que atuou por muitos anos no Real Madrid na década de 90, será o técnico da equipe na Copa. Sua unica experiência à beira do gramado foi como assistente do próprio Real, entre 2014 e 2015.

Lopetegui foi tirado do cargo porque assinou um contrato para ser o novo técnico do Real Madrid, mas não avisou a federação espanhola. O clube fez o anúncio de que Lopetegui assumiria o posto de Zinedine Zidane na terça-feira.

"A RFEF, a seleção, é dos espanhóis, e essa é uma decisão difícil de tomar. A negociação [de Lopetegui] aconteceu sem a RFEF saber. Fomos comunicados da decisão apenas cinco minutos antes de uma nota oficial [do Real Madrid]", disse Rubiales.

Traição

O presidente da entidade que rege o futebol espanhol ainda revelou que "não se sente traído" por Lopetegui ter escolhido o Real Madrid, mas criticou a atitude do clube madrilenho.

"Se alguém quer estabelecer um relacionamento com alguém da Federação, tem que falar com o trabalhador e também com a Federação. É básico, porque é a equipe de todos os espanhóis.
Não podemos ficar de fora de uma negociação de um dos seus trabalhadores e descobrir cinco minutos antes de um anúncio público, fomos forçados a agir", afirmou.

Rubiales ainda pediu para os espanhóis "apoiarem a equipe" na Copa do Mundo. A estreia da seleção será nesta sexta-feira, diante de Portugal, em Sochi. A notícia que Lopetegui substituiria o francês Zinedine Zidane no Real Madrid caiu como uma bomba na seleção espanhola.

De acordo com o jornal "Marca", os jogadores da "Fúria" exigiram a permência do ex-goleiro como treinador, após sair das Eliminatórias e dos amistosos preparatórios para a Copa com uma campanha invicta.

O técnico de 51 anos estava na seleção espanhola desde 2016 e tem um currículo invicto de 20 jogos, com 16 vitórias e quatro empates. Lopetegui tem passagen pelas categorias de base da Espanha , Porto, Rayo Vallecano e o time B do Real Madrid.

Por iG Esporte

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.