Ads Top

CBF quer Tite na Copa do Qatar em 2022 e treinador poderá entrar para uma seleta lista

Tite não testou Taison nos amistosos e tão pouco o utilizou na Copa do Mundo. Tite teve a chance de cortar o lesionado Fred ainda em Londres, mas não fez e ficou sem utilizar o meio-campista na Rússia. Tite insistiu em Gabriel Jesus mesmo este não correspondendo no Mundial e a "sombra" Roberto Firmino tendo melhor desempenho.

Alguns dos muitos pontos que foram vistos por quem deixou a paixão de lado e analisou friamente a Seleção Brasileira no torneio da FIFA. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também fez sua análise e decidiu seguir com o treinador gaúcho.

A resposta, no entanto, será dada após o descanso do treinador. Caso Tite aceite, o projeto será visando a Copa do Mundo de 2022 no Qatar. E ele poderá se tornar o sexto brasileiro a disputar dois Mundiais com a Seleção Canarinho.

Se Tite disser "sim" à CBF e continuar no posto até a próxima edição da Copa, ele repetirá Vicente Feola, Zagallo, Telê Santana, Carlos Alberto Parreira e Luiz Felipe Scolari. Todos estes treinadores tiveram a oportunidade de defender o Brasil em dois Mundiais. Tite só não poderá repetir Telê Santana. O comandante mineiro falhou em suas duas Copas (1982 e 1986). Todos os outros comandantes, no entanto, têm ao menos um título.

O recordista é Zagallo que esteve à frente da Seleção Brasileira em três oportunidades. O Velho Lobo foi campeão em 1970, mas fracassou em 1974 e 1998. O primeiro treinador a disputar dois Mundiais, no entanto, foi Vicente Feola. Responsável pelo primeiro título do Brasil em 1958, Feola não repetiu a façanha em 1966.

Enquanto isso, Carlos Alberto Parreira encerrou jejum de 24 anos ao faturar o tetra em 1994. Mas em 2006, o treinador não chegou perto do título. Já Luiz Felipe Scolari segue sendo o último comandante brasuca a ter levantado o troféu. O título de 2002, porém, não se repetiu em 2014. Pior! O treinador saiu da Copa no Brasil com a eliminação de 7 a 1 para a Alemanha.

Duas seguidas?

Além de poder igualar estes cinco técnicos, Tite ainda poderá ser o 3º treinador a disputar dois Mundiais seguidos. Apenas Zagalo (70 e 74) e Telê Santana (82 e 86) tiveram este privilégio. Dos comandantes campeões, só Aymoré Moreira, responsável pelo bi em 1962, não teve uma segunda oportunidade no comando da Seleção Brasileira.

Tite poderá ter quatro anos para apagar a má impressão de 2018. Os brasileiros estrearam com empate, por 1 a 1, ante a Suíça, mas conseguiram a classificação com os triunfos ante a Costa Rica (2 a 0) e a Sérvia (2 a 0). Nas oitavas de final, a vítima foi o México. Mas nas quartas de final, o Brasil foi eliminado pela Bélgica (2 a 1).

O Brasil, sob o comando de Tite, realizou 26 partidas em dois anos. Foram 20 vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas, além de 55 gols marcados e oito tentos sofridos.

Confira todos os técnicos brasileiros em Copas do Mundo:

1930 - Píndaro do Carvalho
1934 - Luís Vinhais
1938 - Ademar Pimenta
1950 - Flávio Costa
1954 - Zezé Moreira
1958 - Vicente Feola
1962 - Aymoré Moreira
1966 - Vicente Feola
1970 - Zagallo
1974 - Zagallo
1978 - Cláudio Coutinho
1982 - Telê Santana
1986 - Telê Santana
1990 - Sebastião Lazaroni
1994 - Carlos Alberto Parreira
1998 - Zagallo
2002 - Luiz Felipe Scolari
2006 - Carlos Alberto Parreira
2010 - Dunga
2014 - Luiz Felipe Scolari
2018 - Tite


Por Rodolfo Brito, do Sr Goool

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.