Ads Top

Nestor Pitana será o 2º árbitro argentino a apitar uma final de Copa do Mundo

São Paulo - Martelo batido! A FIFA definiu, nesta quinta-feira, que o árbitro argentino Nestor Pitana apitará a final da Copa do Mundo 2018 entre França e Croácia no próximo domingo, ao meio dia (horário de Brasília), em Moscou.

Divulgação
Ele terá a seu lado os compatriotas Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti. O holandês Bjorn Kuipers, por sua vez, será o 4º árbitro. Pitana, segundo levantamento do Sr. Goool (parceiro do MS Esporte Clube na cobertura da Copa) será o segundo árbitro argentino a apitar uma decisão de Mundial.

Ele repetirá Horacio Elizondo na Copa de 2006 na Alemanha. Curiosamente, aquele Mundial também tinha os franceses na decisão. A França foi derrotada pela Itália nos pênaltis. Nestor Pitana não só entra para uma seleta galeria de árbitros, como ainda tem a honra de apitar o primeiro e o último jogo de uma Copa.

Ele esteve na abertura do Mundial durante a goleada da anfitriã Rússia, por 5 a 0, sobre a Arábia Saudita. Ele ainda apitou México 0 x 3 Suécia, Croácia 1 (0) (3) x (2) (0) 1 Dinamarca e Uruguai 0 x 2 França.

Agora, a Argentina iguala França e Brasil e passa a ter dois árbitros em finais. Sandro Meira Ricci, com a eliminação brasileira e dos sul-americanos, também tinha chance de estar na decisão. Mas ele não poderá se juntar a Arnaldo Cezar Coelho, que apitou a final de 1982, e Romualdo Arppi Filho, que esteve na decisão de 1986.

Argentinos, brasileiros e franceses só ficam atrás de Inglaterra e Itália com três árbitros cada. O primeiro árbitro inglês foi William Ling em 1954. Em 1974, John Taylor esteve na decisão. Enquanto Howard Webb apitou a final de 2010. Já os italianos começaram com Sergio Gonella em 1978, Pierluigi Collina em 2002 e Nicola Rizzoli em 2014.

Enquanto isso, Belgica, Suécia, União Soviética, Suíça, Alemanha Oriental, México, Hungria e Marrocos tiveram um árbitro cada em finais de Copa. Em 1950 não houve final. O título foi definido em um Quadrangular. Mas como curiosidade, o árbitro George Reader, da Inglaterra, apitou a vitória do Uruguai sobre o Brasil que deu o título para a Celeste.

Confira todos os árbitros que apitaram final de Copa do Mundo:

1930
Jean Langenus (Bélgica)

1934
Ivan Eklind (Suécia)

1938
Georges Capdeville (França)

1954
William Ling (Inglaterra)

1958
Maurice Guigue (França)

1962
Nikolaj Latychev (União Soviética)

1966
Gottfried Dienst (Suíça)

1970
Rudolf Gloeckner (Alemanha Oriental)

1974
John Taylor (Inglaterra)

1978
Sergio Gonella (Itália)

1982
Arnaldo Cezar Coelho (Brasil)

1986
Romualdo Arppi Filho (Brasil)

1990
Edgardo Codesal Mendez (México)

1994
Sandor Puhl (Hungria)

1998
Said Belqola (Marrocos)

2002
Pierluigi Collina (Itália)

2006
Horacio Elizondo (Argentina)

2010
Howard Webb (Inglaterra)

2014
Nicola Rizzoli (Itália)

2018
Nestor Pitana (Argentina)


Por Rodolfo Brito, do Sr Goool

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.