Ads Top

Sangue alvinegro: comissão e elenco do Operário deverão ter a 'identidade do clube'

"Garra, amor e tradição, destinado a ser campeão". O trecho que abre o hino do Operário já dá uma pequena ideia do espírito do clube considerado o mais popular de Mato Grosso do Sul e que, nos anos 70 e 80, simbolizou a identidade do novo Estado, com bons resultados nacionais, títulos e um domínio local que traz reflexos até hoje.

A experiência adquirida pelo clube nas últimas três temporadas, marcando o retorno à Série A do MS, trouxe a necessidade de criar uma "identidade de jogo" para o Operário, colocada em prática para formar a comissão técnica e elenco da temporada 2019.

"Um jogo com pressão alta nas linhas de frente e redução de espaço no meio-campo e linhas de trás", indica a análise entregue à diretoria e usada para embasar as contratações. O texto também destaca a necessidade de que o contratado tenha um perfil "competidor e intenso".

Equipe comemora classificação sofrida para as semifinais
do Estadual 2018 (Foto: Divulgação/OFC)
Antecipadamente, foram anunciados o ídolo e ex-atacante Rodrigo Gral como gerente de futebol e o ex-meia de Grêmio, Inter e Palmeiras, Arilson Costa, como treinador. Campeão da Libertadores de 1995 como atleta, o novo comandante alvinegro teria mostrado as características requisitadas em observações de jogos nas categorias de base do Aimoré e time principal.

O atual campeão estadual também já tem nomes confirmados e outros próximos de um acordo para integrar a comissão técnica. Marcos Paulo Pierobon, que passou pela equipe em 2016 como preparador físico, pode retornar em 2019, mas como auxiliar técnico. Ele é visto com uma peça que complemente o trabalho de Arilson no comando alvinegro.

Pela quarta temporada seguida, o preparador de goleiros será Ricardo Gral, irmão de Rodrigo. Quem também retorna ao clube é o preparador físico Jean, campeão em 2018, e o massoterapeuta Antonio Carlos Alves, o popular Madalena. A vaga de analista de desempenho segue aberta.

Além disso, o cardiologista Valdir Torres seguirá no clube à frente de um corpo médico que contará também com dois ortopedistas especializados em esporte, além de um nutricionista. Quanto aos atletas, já existem negociações e acordos, porém, os nomes não foram revelados - contudo, conforme apurado, nenhum contrato ainda foi fechado pelo clube.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.