Estadual de MS: as primeiras impressões

Por Gabriel Neris

Águia Negra e Operário se enfrentaram no Ninho da Águia. Foto: Franz Mendes
Duas rodadas do Sul-mato-grossense de futebol se passaram e já possível fazer uma análise superficial em relação a qualidade das equipes que nele estão. Lembrando que não é teste de adivinhação.

As primeiras impressões são que Dourados terá, no mínimo, um representante na Série B de 2020. Operário Atlético Clube e Sete de Setembro começaram de mal a pior. O início do Sete, que apareceu ao menos nas semifinais das últimas três edições é ainda mais surpreendente.

Na lista contra o rebaixamento acrescento o Novo e seu planejamento nota 2. Uma provável queda será fruto do que "construído" para este ano.

Do outro lado da classificação, o Águia Negra começa de vento em poupa. Único com 100% de aproveitamento. Os demais ainda são incógnitas.

A classificação do Estadual após duas rodadas é a seguinte:

1º Águia Negra - 6 pontos (2V, 7SG, 7GP)
2º Comercial - 4 pontos (1V, 2SG, 3GP)
3º Aquidauanense - 4 pontos (1V, 1SG, 4GP)
4º União ABC - 4 pontos (1V, 1SG, 2GP)
4º Urso - 4 pontos (1V, 1SG, 2GP)
6º Serc - 3 pontos (1V, 0SG, 3GP)
7º Costa Rica - 3 pontos (1V, 0SG, 1GP)
8º Operário - 3 pontos (1V, -1SG, 2GP)
9º Novo - 0 ponto (-1SG, 0GP)
10º Corumbaense - 0 ponto (-2SG, 0GP)
11º Operário de Dourados - 0 ponto (-3SG, 3GP)
12º Sete de Setembro - 0 ponto (-5SG, 0GP)

É jornalista da rádio Uniderp FM 103,7 e do Campo Grande News. Escreve esporadicamente para o MS Esporte Clube.

Relacionadas

Postar um comentário

Receba nossas novidades