Ads Top

Operário de Dourados pede afastamento do Estadual 2019 por 'tratamento desigual'

O Operário Atlético, de Dourados, solicitou nesta sexta-feira (25) à FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) o afastamento da equipe da disputa do Estadual 2019. O time já disputou duas partidas, perdendo ambas para Aquidauanense e Serc. A equipe ainda não tem lugar para jogar e também passa por dificuldades financeiras.

Foto: Reprodução
Para pedir o afastamento, o presidente do clube, Giovanni Jolando Marques, alega que existe tratamento desigual entre clubes da Capital e do interior de Mato Grosso do Sul. Ele usa como exemplo um pedido de adiamento não aceito pelo rival, que obrigou o time a jogar no Morenão.

Entretanto, o aponta que a partida entre Novo e Tigre, marcado para sábado (26), foi adiada sem consulta ao clube douradense, atrapalhando toda o planejamento. O pedido ainda destaca que aguarda "medidas inerentes ao caso", deixando a entender que pode voltar atrás.

Contrariando a justificativa de privilégios para a Capital, o Sete, que também é de Dourados, teve seu duelo contra o União, marcado para domingo (27), adiado, com pedido oficial do clube. O Urso, que deveria receber o Operário neste fim de semana, também teve o jogo adiado, assim como o Corumbaense, que estava sem estádio na segunda rodada.

Na estreia, o Operário Atlético perdeu por 3 a 2 para o Aquidauanense, fora de casa, no estádio Noroeste. Já no segundo confronto, no Morenão, o time recebeu a Serc e perdeu por 3 a 1. Apesar do resultado negativo, o Tigre conta com um dos artilheiros da competição, Augustinho, com três gols.

Por ora, a FFMS ainda não se manifestou sobre o pedido feito pelo clube douradense e se tentará contornar a situação para manter a equipe no campeonato. Também não há informações de como ficaria a competição caso o abandono se efetive.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.