Cade determina que venda do FOX Sports deve ser concretizada até o fim de 2020

Com o julgamento final do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), realizado nesta quarta-feira (27), o qual determinou a venda do FOX Sports pelo grupo Disney como condição para aprovar a fusão com a FOX, a Disney agora tem até o fim de 2020 para concluir o processo. A informação foi publicada pelo UOL Esporte.

Reprodução
Se não concretizar a venda até lá, o Cade aplicará uma multa milionária na Disney e pode ter o poder de barrar o negócio por descumprimento de acordo. A empresa americana, porém, já procura um possível interessado.

O Cade também aprovou o negócio após consultar no processo várias empresas. Foram consultadas pelo conselho Viacom, RedeTV!, Record, SBT, Band, Sony, Simba, Turner e Discovery. O Cade garantiu que houve interessados nessa consulta, sem exemplificar.

Dessas, apenas Viacom e SBT deixaram na versão pública do processo sua posição, de não ter interesse nesses ativos por diferentes motivos. A Viacom diz que não tem interesse em investir em esportes, enquanto o canal de Silvio Santos afirmou que só atua em TV aberta.

O comprador não precisa vir necessariamente destes grupos em que o Cade consultou. A Disney busca também outros conglomerados de fora, já que a venda do Fox Sports deverá ser exigida em por órgãos controladores de outros países, como o México. Apenas a Globosat não pode adquirir o canal e seus ativos, por também determinação do Cade, por conta do alto poder de mercado que o Grupo Globo já tem.


FONTE: Esporte e Mídia

Relacionadas

Postar um comentário

Receba nossas novidades