Aquidauanense perde seis pontos no TJD e encara o Operário nas quartas de final

O TJD-MS (Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul) decidiu que o Aquidauanense é mesmo culpado pela escalação irregular de Alex Farias em duelo contra o Operário de Dourados, na primeira rodada do Estadual 2019. Com a decisão, o time fica punido em seis pontos, caindo para a 8ª posição na tabela, modificando todos os confrontos das quartas de final.

Presidente do Azulão, João Garcia, admite erro e afirma que
não irá recorrer da decisão punição de perder seis pontos
(Foto: MS Esporte Clube/Nyelder Rodrigues)
Assim, os confrontos das quartas de final, que começa já neste fim de semana, serão Aquidauanense x Operário / Serc x Águia Negra / Costa Rica x Sete / Corumbaense x Comercial. Agora, resta aguardar a divulgação da tabela oficial com os horários e datas dos jogos.

Alex Farias disputou a Série B do Estadual pelo Azulão da Princesa em 2018, subindo à Série A junto ao time. Contrato do jogador venceu na véspera da estreia, que terminou com uma vitória por 3 a 2 e a conquista dos primeiros três pontos da equipe no ano.

Porém, apesar da renovação do vínculo do atleta não ter sido publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) a tempo, ele foi relacionado para o jogo, configurando aí uma irregularidade. A pena prevista é de três pontos, mais a quantidade de pontos obtidos no duelo. Como o resultado foi uma vitória, a punição do Azulão soma seis pontos.

Em entrevista ao final do julgamento, o presidente do clube, João Garcia, afirmou que tem consciência do erro interno do Aquidauanense e que, por isso, não irá recorrer do resultado do julgamento, aceitando a perda dos seis pontos e queda para o oitavo lugar na tabela de classificação.

Relacionadas

Postar um comentário

Receba nossas novidades