Brasileiro Sub-19 de vôlei: MS fica em quinto e Ceará conquista a competição

Com três vitórias e três derrotas, Mato Grosso do Sul terminou o Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS) sub-19 masculino da Primeira Divisão, em Saquarema (RJ), em quinto lugar. A competição terminou sábado e reuniu sete estados. O campeão e o vice garantiram vagas para a Divisão Especial, a principal do campeonato. As informações são do Só por Esportes.

Divulgação
O time sul-mato-grossense foi dirigido pelo técnico Michel obteve os seguintes resultados na competição que começou terça-feira (12) e terminou sábado (16):

PRIMEIRA RODADA – Mato Grosso do Sul 3 x 0 Goiás (26/24, 33/31 e 25/20)

SEGUNDA RODADA – Mato Grosso do Sul 0 x 3 Ceará (09/25, 24/26 e 16/25)

TERCEIRA RODADA – Mato Grosso do Sul 3 x 2 Amazonas (25/21, 18/25, 22/25, 25/21 e 21/19)

QUARTA RODADA – Mato Grosso do Sul 3 x 1 Bahia (20/25, 25/18, 25/18 e 25/21)

QUINTA RODADA –  Folgou

SEXTA RODADA – Mato Grosso 3 x 1 Mato Grosso do Sul (25/14, 25/19, 16/25 e 25/19)

SÉTIMA RODADA – Mato Grosso do Sul 0 x 3 Pernambuco (18/25, 20/25 e 24/26)

A classificação final do CBS sub-19 masculino da Primeira Divisão ficou com Ceará na primeira posição, com 15 pontos, Pernambuco em segundo, com 12, Mato Grosso foi o terceiro ao somar 11 pontos, Amazonas em quarto (10), Mato Grosso do Sul (oito), Bahia (cinco), e a seleção de Goiás terminou na sétima colocação, com dois pontos.

Para chegar ao título, o Ceará venceu Pernambuco na primeira rodada, Mato Grosso do Sul na segunda, Mato Grosso na quarta, Bahia na quinta, foi superado por Amazonas na sexta rodada, e finalizou a campanha neste sábado ao derrotar Goiás.

O técnico campeão, Max-Scheler Coelho, comentou sobre o desempenho do seu time nesta competição e fez questão de elogiar os atletas, que, segundo ele, estavam confiantes desde o início. “A base da equipe é formada em uma escola de Fortaleza e quase todos iniciaram comigo. É uma equipe extremamente unida e comprometida com o voleibol”, falou o treinador.

“Treinamos apenas dois meses por conta das férias escolares e foram seis jogos e só perdemos um, que foi totalmente atípico, pois não conseguimos render. Os atletas estavam bem focados e confiantes que poderíamos ser campeões”, acrescentou Coelho.

FONTE: soporesportes.com.br/Luciano Shakihama

Relacionadas

Postar um comentário

Receba nossas novidades