Ads Top

Com Campo Grande na rota, Copa Truck abre temporada 2019 nos próximos dias 23 e 24

A Copa Truck e o Mercedes-Benz Challenge abrem a temporada 2019 nos próximos dias 23 e 24 de março, no Autódromo Internacional de Goiânia (GO) – cidade escolhida para abrir o campeonato após atrair o recorde de público de 36 mil pessoas em agosto passado. E a categoria que agita as pistas do país com seus gigantes, promete muito mais emoção.

Divulgação/Copa Truck
Assim como no ano passado, a Copa Truck segue com o formato de show, proporcionando ao público um domingo de diversão para a família, o que é visto como um dos grandes diferenciais do evento, que passará por Campo Grande no dia 14 de abril - segunda etapa do calendário.

"Pretendemos repetir a dose de 2018, e, além de entregar três belas corridas, queremos proporcionar um belo espetáculo para o público goiano, que nos prestigiou de forma incrível no ano passado", conclui Vanda Camacho, diretora geral da Mais Brasil, organizadora da Copa Truck.

Entre as novidades para 2019, está o reencontro do pai, Djalma Fogaça, com o filho, Fabio, na equipe Motul, levando junto um terceiro caminhão, com o Fábio Carvalho, atual campeão paulista de Marcas. Em 2018, os Fogaças correram em equipes distintas. Além disso, Débora Rodrigues vai defender a AM Motorsport, equipe oficial Mercedes-Benz.

Ele ficará à frente do terceiro caminhão do time. "Estou muito feliz e, ao mesmo tempo, com um friozinho na barriga, porque é um recomeço, um novo desafio. Mas, eu gosto disso", comentou Débora Rodrigues que troca de casa depois de 20 anos. "É o mesmo tempo do meu casamento, então é algo que mexe muito comigo, mas que será bom para as equipes e para o evento".

Dança das cadeiras

Uma das notícias mais impactantes vem da equipe campeã RM Motors: Beto Monteiro e Paulo Salustiano são os novos contratados do time de fábrica da Volkswagen. Chefiada pelo também piloto e lenda dos caminhões Renato Martins, o time, em contrapartida, não terá mais Felipe Giaffone, campeão de 2017, atual vice-campeão e que correu lá por mais de dez anos.

"Agradeço muito ao Felipe por todos esses anos. Ele foi um grande parceiro e temos muita amizade. Chegamos ao fim dessa parceria de uma maneira muito boa e só tenho a agradecer. Já o Beto e o Salu não precisam de elogios, são pilotos de altíssimo nível e que só vão somar", destaca Martins.

Bicampeão entre os caminhões e vencedor da Copa Centro-Oeste de 2017, Beto não imaginava o tamanho do impacto da notícia de sua troca de equipe e destaca que aprender a guiar o Volkswagen será seu maior desafio na nova casa.

Já Salustiano, que vem batalhando por uma vaga fixa desde a criação da categoria, terá a oportunidade de correr uma temporada inteira - até o momento ele só correu duas provas em 2017 e uma no ano passado - reeditando parceria com Monteiro que aconteceu pela primeira vez em 2011.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.