Ads Top

Copa Primeira Hora de Boxe: cadetes são sensações e Vila Popular vence pela 4ª vez

Surpresas, manutenção de hegemonia e revelações espetaculares determinaram a 18ª edição da Copa Primeira Hora, tradicional competição para iniciantes do boxe sul-mato-grossense, realizada neste final de semana (dias 2 e 3), na Arena do Horto Florestal, em Campo Grande.

Vila Popular, equipe campeã (Foto: Divulgação/FBBMS)
Os cadetes Paulo Victor, de Corumbá, e a campo-grandense Yasmin Mendonça, tem algumas características idênticas: ambos tem de 1,60m de altura, 15 anos de idade e se destacaram pela determinação, pela garra, estilos de boxe rápidos e boa movimentação no ringue.

Eles estrearam e foram as maiores revelações da Copa PH/2019. O primeiro, aluno do técnico Daniel Molina, foi campeão da categoria 52 kg, e eleito o melhor entre todos os participantes nas classes de base masculino infantil, cadete e juvenil), e a segunda, atleta do técnico Nilson Ferreira, foi campeã na categoria 60 kg e levou troféu de melhor atleta feminina.

Outra sensação foi Davi Costa (69 kg), 27 anos. Treinou e esperou por um ano para comemorar o título de campeão na categoria 69 kg e ser eleito melhor atleta entre os elites (atleta entre 19 a 40 anos). Na final derrotou o ladarense Juan Felix.

O combate foi considerado um das melhores do campeonato. “Combate de alto nível; dois atletas que tem qualidade, e com totais condições de integrar a Seleção do Estado”, avaliou o jornalista e professor de boxe, Marcos Nantes.

Na Copa PH do ano passado, Davi perdeu logo na estréia, e de lá pra cá não fez nenhum combate, para se preparar e poder participar novamente da Primeira Hora, já que a competição é aberta apenas para atletas que fizeram, no máximo, até três lutas. “Valeu a pena ele (Davi Costa) esperar", disse Paulo Brito, técnico do atleta.

Hegemonia

Mas a competição ainda foi marcada pela manutenção da hegemonia da Vila Popular, na disputa por equipes. O time comandado pelo professor Nilson Ferreira chegou ao campeonato com seis atletas e obteve o título de campeão, ao conquistar três medalhas de ouro e duas de prata. No ano passado, o time ficou em segundo lugar, mas antes foi campeão da PH de 20013, 2015 e 2017.

A surpresa foi a equipe Pantanal Fight, clube do município de Ladário que em sua primeira participação garantiu o título de vice-campeã da competição. A equipe do técnico Amauri Maia obteve duas medalhas de ouro, três de prata e três de bronze.

“Estamos animados e prontos para o próximo Campeonato”, disse Amauri, que ainda levou o troféu de melhor índice técnico. No comando da equipe, obteve 140  pontos. Conforme o regulamento, é computado 20 pontos por vitória e 4 pontos por derrota ao técnico responsável pela equipe.

A Academia Studio Reis, do conjunto Coophatrabalho, ficou em terceiro lugar na disputa por equipe, ao garantir uma medalha de ouro, duas de prata e uma de bronze.

A Copa Primeira Hora de 2019 contou com participação de 60 atletas de 18 clubes/academias, das cidades de Campo Grande, Caarapó, Laguna Caarapã, Deodapolis, Ladário, Corumbá, Dois Irmãos do Buriti, Ponta Porã, Rondonópolis (MT) e Pato Branco (PR). O evento contou com apoio da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Juventude, Funesp e Fundesporte.

Classificações

Campeão: Vila Popular (Campo Grande)
Vice-campeão: Pantanal Fight (Ladário)
3º lugar: Studio Reis (Campo Grande)
4º lugar: Pugillus/Physical (Corumbá)
5° lugar: C.T Pantaneiro (Campo Grande)

Técnicos

1° lugar: Amauri Maia (Pantanal Fight) - 142 pontos
2° lugar: Nilson Ferreira (Vila Popular) - 120 pontos
3° lugar: Edinoel Reis (Studio Reis) - 72 pontos
4º lugar: Paulo Britto (CT Pantaneiro) - 60 pontos
5° lugar: Luís Carlos Jr (Fliper Team) - 44 pontos
6º lugar: Rodrigo Queiroz (Fuzão Top Team) - 44 pontos
7° lugar: Eder Pedros (Rondonópolis) - 40 pontos
8º lugar: Daniel Molina (Pugillus/Physica)-  32 pontos

ATLETAS MEDALHISTAS

+91 kg Elite
Ouro – Wanderson Lima (CTT Rondonópolis)
Prata – Ivan dos Santos (Fuzão/C Grande)
Bronze: Marcelo Júnior de Arruda (pugillus/Physical-Corumbá)
Bronze: Reginaldo Souza (Studio Reis – Dois Irmão do Buriti)

81 kg Elite
Ouro:Joelson da Costa (Studio Reis)
Parta: Lucas Lopes (Fliper Team/União)
Bronze: Paulo Afonso Lima (Total Fugth)
Bronze: Halison Felipe do Amaral (Vila Popular)

75 kg elite
Ouro: Eduardo Cristian (Vila Popular – C. Grande)
Prata: GersonSantos (Pantanal Figth-Ladário))
Bronze:Júlio Cesar Souza (Ponta Porã)
Bronze: Guilherme Rodrigues (Pantanal Figth – Ladário)

69 kg elite
Ouro:  David Costa (CT Pantaneiro/Moreninhas)
Prata: Ivan Felix Bispo (Pantanal Figth – Ladário)
Bronze:: Benjamin Martines (Studio Reis – C Grande)
Bronze: Alex Júnior Moraes (Pantanal Figth – Ladário)

63 kg elite
Ouro: Artur Torres (1°Round)
Prata: Vander Bispo (Team Santos – Deodapolis)

57 kg elite
Ouro: Wellison Ayala (Vila Popular – C. Grande)
Prata: Adriano dos Santos (Top Team Figthers- C. Grande)

60 kg elite feminino
Ouro: Thayane Gonçalves da Silva (Boxe Cubano/Athon Figth)
Prata: Thainara Aparecida Vieira (pugillus/Physical – Corumbá)

Cadete – 60 kg feminino
Ouro: Yasmin Mendonça (Vila Popular-C. Grande)
Prata: Ana Paula da Costa (Pantanal Figth – Ladário)
Bronze: Fabricia Brito (Vida Plena – c Grande)
Bronze: Karine Nascimento (Pantanal Figth – Ladário)

Juvenil – 69 kg
Ouro: Kauã Felipe Morais (Ares Paraná – Pato Branco (PR)
Prata:Hugo Charles Antunes (Laguna Caarapã)

Juvenil – 63 kg
Ouro: Bruno Wagner Nascimento (Pantanal Figth – Ladário)
Prata:Eduardo Gutierres (Vila Popular – C. Grande)

Cadete – 57 kg
Ouro:Marcos Vinícius de Arruda (Pantanal Figth – Ladário) 
Prata: Gabriel Sanhes (Studio Reis – C Grande)

Cadete – 52 kg
Ouro: Paulo Victor Dornellas (pugillus/Physical – Corumbá)
Prata:Ivan Moreira (Vila Popular – C. Grande)

Infantil – 46 kg
Ouro: Carlos Eduardo (S.E. Ponta Porã)
Prata: Gaspar Adriano (A A Pontaporanense)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.