Com um pé na final, Águia Negra treina e está pronto para 'duelo mais importante do ano'

O estádio Ninho da Águia recebe neste domingo (7) às 17h um dos jogos mais importante dos últimos cinco anos e o mais decisivo da atual temporada. Águia Negra e Sete de Dourados se enfrentam pelo segundo jogo da semifinal do Campeonato Sul-mato-grossense, valendo vaga na Copa do Brasil 2020 e a cota mínima de R$ 525 mil, além da vaga na Série D do Brasileiro.

(Foto: Maikon Junior)
Vencedor no jogo de ida, em Itaporã, por 3 a 1, o time de Rio Brilhante que já tinha a vantagem do empate e aumentou ainda mais. Agora, só uma derrota por três gols de diferença tira o Águia Negra da decisão. Sob os cuidados do técnico Rodrigo Cascca, o elenco fez na manhã deste sábado os últimos ajustes no palco do jogo de domingo.

No gramado, o treinador realizou algumas jogadas ensaiadas de bola parada e posicionamento principalmente no setor defensivo. Com relação ao time que entra jogando, pelo menos uma mudança está confirmada. Após cumprir suspensão automática, Russo, volante e capitão da equipe, está de volta. A dúvida é quem será o seu parceiro no meio campo. Jorginho e Pedro disputam a vaga.

Outra mudança pode acontecer na lateral esquerda, já que Fabiano que saiu ainda na primeira etapa do jogo no Chavinha e segue em tratamento médico. Para o seu lugar o técnico Cascca tem o volante Teteu, que entrou bem no jogo passado, e a outra opção é o zagueiro Iglessias (Gringo), que já atuou por várias nesse setor. No restante, a equipe deve ser a mesma que jogou em Itaporã.

Perguntado sobre qual time entra jogando, o treinador foi econômico. "Ainda estamos no aguardo do departamento médico. A minha vontade é uma, mas a realidade pode ser outra. Fabiano sentiu e não sabemos ainda se iremos poder contar com ele. Caso não jogue, temos duas opções”, disse Cascca.

Para o goleiro Filipe, o jogo tem um sabor especial. Campeão pelo Sete em 2016, o atleta falou da expectativa para o duelo. "Sabemos da importância dessa partida, estamos muito próximo de marcar história em Rio Brilhante. Pra mim, o jogo tem um algo a mais. Já atuei do outro lado, tive bons momentos e alguns não tão bom assim, que não vem ao caso dizer".

Relacionadas

Postar um comentário

Receba nossas novidades