Pontos corridos: clubes de SP venceram 10 das 16 edições e ficaram fora do G-4 apenas uma vez

O Brasileirão de 2019 vai começar neste sábado (27) com alguns times lutando para quebrar tabus, outros para mantê-los. E 16 dos 20 times que disputam o torneio sonham com um: derrubar a hegemonia que os clubes paulistas impuseram recentemente ao principal campeonato de futebol do país, literalmente empilhando títulos e somando classificações para a Copa Libertadores.

Corinthians e Palmeiras venceram os brasileiros dos últimos
quatro anos, duas vezes cada um (Foto: Reprodução)
Para analisar a situação, o MS Esporte Clube usou como recorte de tempo o início do Brasileiro em pontos corridos, em 2003. De lá para cá, foram 16 edições disputadas - com 10 títulos conquistados por clubes de São Paulo, quatro delas nos últimos quatro anos.

O principal vencedor é o Corinthians, com quatro canecos, seguido pelo São Paulo, com três, e pelo Palmeiras, com dois. O Santos conquistou um. Os cariocas, com dois títulos do Fluminense, e um do Flamengo, têm três taças, enquanto os mineiros, graças ao Cruzeiro, têm três campeonatos.

Além disso, os paulistas detêm a hegemonia no G-4 da competição. De 2003 até ano passado, a única edição que ficou sem um representante do Estado mais rico do país nesse seleto grupo foi a de 2013, vencida pelo Cruzeiro, com Grêmio vice, Athletico em terceiro e Botafogo em quarto - única também com o alvinegro no G-4, e o uma das duas em que o Furacão conseguiu ficar entre os quatro.

VEJA MAIS: clique aqui para conferir as estatísticas do 'ranking do G-4' do Brasileirão

Em sete ocasiões, o futebol paulista teve dois times no G-4, enquanto em outras três oportunidades contou com três equipes (2003, 2004 e 2017). A título de comparação, os cariocas - que são quatro "grandes" assim como os paulistas - emplacaram três times no G-4 apenas em 2011, quando o vencedor foi o Corinthians. Já 2007 foi o único ano em que o RJ teve dois times na ponta.

Aliás, o Rio de Janeiro mostra desempenho decepcionante na parte de cima da tabela. Além de empatar com os mineiros (no caso, todos do Cruzeiro) no total de títulos e estar bastante distante de SP, o futebol carioca perde para Rio Grande do Sul e Minas Gerais no total de "idas" ao G-4.

O Estado esteve na parte de cima da classificação em oito anos, ou seja, metade das edições disputadas. Minas conseguiu ficar no G-4 nove vezes, porém, em nenhuma delas emplacou duas equipes. Já os gaúchos ficaram no seleto grupo do Brasileirão 11 vezes, sendo que em 2006 e no ano passado, esteve com a dupla GreNal.

Seca de títulos: tabus a serem quebrados

Time do Inter de 79, campeão brasileiro invicto
Apesar da sempre estarem entre os primeiros, a liderança nunca terminou nas mãos dos gaúchos na última rodada do Brasileirão em pontos corridos. E esse é o grande tabu a ser quebrado em 2019! A última conquista do Inter, por exemplo, aconteceu 1979, completando 40 anos neste ano. Já o Grêmio venceu seu último Brasileiro em 1996 - uma seca que vai completar 23 anos.

A situação é ainda pior para o Galo mineiro, que conquistou seu único caneco de brasileiro em 1971, há 48 anos. Outros tabus menores também estão à prova, caso do Santos (2004), São Paulo (2008) e Flamengo (2009). O Athletico, que venceu em 2001, corre por fora. Já entre quem deve brigar do meio de tabela para baixo, o Vasco está sem o caneco do Brasileiro desde 2000.

O Botafogo conquistou seu último brasileiro em 1995, enquanto o Bahia, que nunca chegou ao G-4 nos pontos corridos, venceu seu último nacional em 1988. O Fluminense ganhou em 2012. Goiás, Avaí, Chapecoense, CSA, Fortaleza e Ceará são os cinco times que vão disputar em 2019 e nunca conseguiram um título da primeira divisão.

O Cruzeiro, apesar de conquistar seu último título nesta ainda década, em 2014, é um dos favoritos e precisa da taça para consolidar-se como um dos principais clubes do país nos últimos anos. Já o Corinthians, campeão em 2017, quer retomar seu crescimento, contraponto ao atual campeão Palmeiras, que vai defender o "cinturão" de campeão e buscar mais um caneco.

Relacionadas

Postar um comentário

Receba nossas novidades