Presidentes da CBF e FIFA se reúnem com Jair Bolsonaro em Brasília

Os presidentes da CBF, Rogério Caboclo, e da Fifa, Gianni Infantino, foram recebidos pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, para um almoço nesta terça-feira, no Palácio do Planalto. O Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno, o Secretário Geral da CBF, Walter Feldman, o Secretário Nacional do Esporte, Marco Aurélio Vieira e o Secretário Nacional do Futebol, Ronaldo Lima, também estiveram presentes.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Entre os temas do encontro, o potencial do futebol como propulsor do desenvolvimento do país e os grandes eventos futebolísticos programados para o Brasil nos próximos meses. Em junho e julho acontece a Conmebol Copa América 2019 e, em outubro e novembro, a Copa do Mundo Sub-17.

Equipes operacionais do Governo Federal e do Comitê Organizador Local da Copa América já têm trabalhado nos temas cuja colaboração institucional do governo é necessária, como segurança e logística. Na saída, Infantino e Caboclo manifestaram sua satisfação pela acolhida de Bolsonaro aos temas relativos ao futebol.

– Sabemos que o presidente do Brasil é um grande fã de futebol e nos recebeu muito bem aqui. Falamos sobre a importância do futebol para o país e especialmente seu papel no desenvolvimento social. Ficamos felizes que o presidente também percebe o futebol como um grande potencial para o país do ponto de vista econômico e social – destacou Infantino, que veio ao país para participar da posse do novo presidente da CBF, realizada na tarde de ontem.

– Colocamos ao presidente o nosso desejo de desenvolver o futebol, de mudá-lo de patamar na economia nacional, fazendo uma escalada do futebol no PIB do Brasil. Os clubes precisam arrecadar mais, diversificando e otimizando as fontes de receitas, com isso aumentar de nível e chegar mais perto dos clubes europeus. Assim nós teremos por mais tempo os craques no Brasil – ressaltou Caboclo.

Bolsonaro foi presenteado com a nova camisa branca da Seleção Brasileira, comemorativa aos 100 anos do primeiro título de Copa América do time brasileiro em 1919. Também recebeu de Infantino uma bola da FIFA.

Relacionadas

Postar um comentário

Receba nossas novidades