Campo Grande recebe 'sinal positivo' e deve receber jogos da Liga das Nações de Vôlei em 2020

Campo Grande deve ser uma das sedes brasileiras da Liga da Nações de Vôlei masculino em 2020. O sinal positivo para receber a competição foi dado neste fim de semana pelo diretor executivo da CBV (Confederação Brasileira de Voleibol), Radamés Lattari, durante visita realizada pelo prefeito Marquinhos Trad à Cuiabá (MT), que recebe o campeonato em 2019.

Marquinhos com jogadores da Seleção de vôlei, em Cuiabá
(Foto: Reprodução)
A liga, em suas primeiras fases, acontece em vários locais, sempre nos países participantes - apenas na fase final é que tem sede fixa. Campo Grande deve receber três jogos do Brasil ainda na etapa eliminatória, tal como acontece neste ano com Cuiabá e Brasília (DF).

Para receber as partidas, a capital sul-mato-grossense conta a finalização das obras de revitalização do ginásio Guanandizão antes de junho do ano que vem. "Campo Grande apresentou todos os requisitos necessa´rios para sediar uma etapa da Liga da Nações em 2020", explica Lattari.

O diretor da CBV ainda conta que o projeto agora será levado para a FIVB (Federação Internacional de Voleibol), mas que já tem "toda certeza de que faremos em 2020 uma grande etapa da Liga das Nações em Campo Grande". O prefeito Marquinhos agradeceu à CBV e exaltou o planejamento feito para se candidatar a receber jogos importantes do vôlei mundial na Capital.

"Quando a gente pleneja, a gente tem mais condições de acertar. E tudo está planejado já, estamos aqui com CBV para levar esse evento da Liga das Nações ano que vem na reinauguração do ginásio Guanandizão, em parceria com o Governo do Estado", comentou o prefeito, que foi à Cuiabá acompanhado do diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esportes), Rodrigo Terra.

A última vez que Mato Grosso do Sul recebeu um jogo válido pela Liga das Nações - antiga Liga Mundial - foi em 2004, no mesmo Guanandizão. Desde então, o Estado viu Cuiabá recepcionar em diversos anos o torneio, a partir da inauguração do ginásio Aecim Tocantins, em 2007. As etapas passaram a ser realizadas, geralmente, em anos alternados na capital mato-grossense.

Relacionadas

Postar um comentário

Receba nossas novidades