Ads Top

Galo e Unigran Capital fecham convênio para estágios e demais projetos acadêmicos

O Operário Futebol Clube e a Unigran Capital firmaram convênio para que os estudantes do centro universitário possam realizar estágios e projetos de extensão no clube. Os acadêmicos de Biomedicina são os que darão início à parceria e já começam a desenvolver os trabalhos neste Campeonato Estadual - o Galo estreia no domingo (2), às 15h, contra a Pontaporanense, no estádio Morenão.

De acordo com o coordenador do curso de Biomedicina da Unigran Capital, Maicon Leitão, embora as atividades comecem com Biomedicina, todos os cursos da Unigran Capital poderão desenvolver projetos de extensão junto ao clube.

Petrallás, Glauber e equipe da Unigran
“Nós da Biomedicina já temos um projeto a ser desenvolvido durante todo o Campeonato Estadual. Já foi feita uma rotina básica de exames, avaliação de modo geral da saúde dos jogadores e a cada jogo estaremos realizando um exame chamado CK (creatina quinase). Esse exame é importante para avaliar a condição física do jogador após um jogo. Com ele, o preparador físico vai conseguir avaliar se aquele jogador está apto para a próxima partida. Isso é muito importante do ponto de vista do esporte de alto rendimento, porque os grandes clubes já realizam esse exame”, explica Maicon.

Segundo o coordenador, o estágio será desenvolvido pelos acadêmicos do 7º semestre de Biomedicina, dos períodos matutino e noturno, na disciplina de Estágio Supervisionado. O trabalho será  importante para o curso de Biomedicina, pois os acadêmicos farão a coleta nos atletas, realizarão os exames e acompanharão de modo real os resultados dos atletas.

Já o presidente do clube, Estevão Petrallás, avalia como extremamente positiva a parceria. "Com certeza será frutífero. Vamos colaborar com a formação de novos profissionais ao mercado de trabalho, que saíram da faculdade com experiência na prática, e em troca eles vão oferecer mais recursos para a tomada de decisões da comissão técnica. Todos vão sair ganhando", comenta o dirigente.

Além de Estevão, o treinador Glauber Caldas indica que a parceria amplia possibilidades para os dois lados. "Estamos aproximando o clube do meio acadêmico. Isso é essencial para que aumente o interesse pelo futebol em Mato Grosso do Sul e que tenhamos cada vez mais novos profissionais no mercado da bola. Isso vai criar um ciclo virtuoso, certamente".

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.