Ads Top

O esporte e sua (nossa) dependência

Por Jakson Pereira

Vasco campeão da Copa Mercosul em 2000 (Foto: Divulgação)
Para quem gosta de esporte, esta época de Covid-19 tem conseguido nos deixar ainda mais entediados. Sempre que temos algumas enfermidade ou algo nos faz ficar em casa, é para televisão que nós corremos. E pode estar passando qualquer coisa, desde que seja ao vivo, ali ficamos e parece que nosso tempo voa.

Não podemos nos lamentar, pois todos estão reclusos para que logo tudo fique bem. Diferente do que pensa o governador do Rio de Janeiro, temos sim que preservar a saúde de nossos esportistas para que logo possam voltar a nos proporcionar bons momentos.

Mas vou ser sincero, se não fossem os debates sobre o cancelamento das Olimpíadas ou a tentativa dos clubes de diminuir o salário dos atletas neste período, não teríamos mais nada de atual.

Até tentei parar pra ver as reprises de grandes e antigos jogos no Sportv. Mas é chato ver futebol quando você já sabe o resultado, pelo menos eu não gosto. E olha que essas reprises me deram a chance de ver um Vasco vencedor novamente, fato que faz tempo (e não tenho expectativa para um futuro próximo) que não vejo.

São dias difíceis e que nos faz ter tempo pra muitas coisas, mas principalmente curtir a família, bater aquele papo com seu “grupo residencial”, brincar dos mais diversos jogos com as crianças, ler aquele livro que faz tempo que está na mente e que tenho a desculpa pronta da falta de tempo.

Enfim, vamos fazer dessa falta de futebol, desse momento de reclusão, em uma grande experiência de vida e de viver coisas novas, no seu ambiente de sempre, com as pessoas que você ama. Mas volte logo o futebol, a Fórmula 1, o tênis, a NBA na TV... e traga com vocês a liberdade e a garantia da nossa saúde.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.