Ads Top

TJD condena Corumbaense a perder 16 pontos por escalação irregular de Vandinho

O Corumbaense foi condenado na noite desta quarta-feira (11) a perder 16 pontos por escalar irregularmente o jogador Vandinho em três partidas do Campeonato Sul-mato-grossense de 2020. O julgamento foi realizado pela comissão disciplinar do TJD-MS (Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul) e, por ora rebaixa o time, que fica com oito pontos negativos na tabela.

Mesa com os auditores que participaram do julgamento
(Foto: MS Esporte Clube)
Quem abriu o julgamento foi o procurador Adilson Viegas, que retificou a denúncia inicial - que pedia a perda de seis pontos e passou a pedir a retirada de 16 pontos do Carijó. Para isso, foi levado em consideração que a infração de jogar com atleta irregular foi cometida de forma continuada.

As partidas em que Vandinho atuou irregularmente foram a vitória por 2 a 1 sobre a Serc, em 15 de fevereiro, o empate sem gols fora de casa contra o Aquidauanense, em 22 de fevereiro, e a vitória por 1 a 0 em 1º de março contra o Comercial, no Arthur Marinho - assim, foi pedido a perda dos sete pontos conquistados e mais três pontos por partida irregular.

Em seguida, o advogado do Corumbaense solicitou a suspensão do julgamento, devido a retificação do procurador e necessidade de mudança de estratégia de defesa do clube. Ainda assim, não houve reconsideração e o julgamento continuou. Assim, o advogado defendeu a perda de apenas três pontos, referente apenas a primeira partida na qual Vandinho jogou irregularmente.

Por fim, o relator do caso, Cleber Santos, apresentou norma interna da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para considerar que a partida de suspensão automática, devido a expulsão do ano passado, não precisaria ser cumprida, enquanto a segunda teria sido cumprida em rodada anterior, quando Vandinho já estava inscrito mas não foi relacionado.

Contudo, como tal situação não foi levantada pela própria defesa, ele apresentou relatório semelhante ao da defesa do Corumbaense, pedindo apenas a perda de três pontos e multa de R$ 500, justificando isso como uma ação atendendo ao princípio da razoabilidade.

Julgamento dividido

Já durante o julgamento, os três outros auditores presentes no julgamento pediram mais 10 minutos para reanalisar o caso. Dois deles decidiram votar junto ao procurador, punindo o time de Corumbá com a perda de 16 pontos, enquanto um decidiu pela perda parcial de pontos, retirando apenas três.

Assim, ficou decidido por maioria de votos - 3 a 2 - que o Corumbaense foi punido com a retirada de 16 pontos, o deixando no momento com -8 na tabela, sendo rebaixado para a Série B do Estadual - os pontos negativos ainda deverão ser computados na próxima competição.

O resultado do julgamento matematicamente "desrrebaixa" Pontaporanense, que tem quatro pontos, e Cena, que soma apenas dois. O time da fronteira com o Paraguai enfrenta no sábado (14) justamente o Corumbaense, no estádio Arthur Marinho, enquanto o time de Nova Andradina pega o Comercial domingo (15), no estádio Morenão.

Contudo, o ex-presidente e atualmente tesoureiro do Carijó, Luiz Bosco, afirma que o clube vai recorrer da decisão ao pleno do TJD-MS. Com isso, a possibilidade de paralisação do torneio é real e já admitida pelo presidente do Tribunal, Patrick Hernandes, caso haja algum pedido nesse sentido.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.