Ads Top

CBF sugere retorno e vice da FFMS diz que treinos podem começar na semana que vem

A ânsia dos dirigentes pelo retorno do futebol pode chegar ao fim em breve. Após uma teleconferência da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) com os cartolas das federações e clubes de todo o país, a entidade máxima do futebol nacional sugeriu o dia 17 de maio como uma boa data para retorno da modalidade, ficando a critério de cada estado definir sua data.

Dirigentes foram para reunião presencial na FFMS usando
máscaras de proteção (Foto: Divulgação)
Durante a conferência, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, admitiu que a situação epidêmica de cada estado é diferente e, por isso, deixou para que os dirigentes de cada local definissem como e quando a bola deve voltar a rolar. Em Mato Grosso do Sul, o Estadual foi paralisado há exatos 42 dias, a contragosto dos dirigentes, mas após pressão de parte da torcida, atletas e dirigentes.

Tendo em vista a data base sendo dia 17 de maio, os treinos para as quartas de final do Campeonato Sul-mato-grossense podem retornar já no próximo dia 4, segunda-feira que vem, segundo o vice-presidente da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) explicou em texto divulgado pela assessoria de imprensa da entidade.

"Na verdade a partir do dia 4 os clubes já estarão prontos para treinarem. Serão 15 dias de pré-temporada e as federações poderão iniciar jogos sem a presença de público. Acredito que ainda teremos que ajustar um protocolo de segurança e talvez com a realização de testes nos atletas, comissões e árbitros", frisa Marco Antonio Tavares.

Já o presidente da FFMS, Francisco Cezário, aponta para a necessidade de discutir a questão com as autoridades municipais e do Estado, além de nova rodada de discussões com os dirigentes dos clubes, para definir o calendário local e cravar uma data para o retorno do futebol, sem presença de torcida.

"Somente após estes passos, poderemos afirmar o reinício da competição. Temos uma certeza, vamos encerrar nosso Estadual dentro do gramado. Temos a partir de agora muito trabalho para garantir isso, pois temos que pensar em trabalho mas preservando a saúde de todos", destaca.

Covid-19 em Mato Grosso do Sul

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta terça-feira (28), Mato Grosso do Sul já chegou a marca de 240 casos confirmados de Covid-19, dentre 2.341 que foram notificados - 2.022 foram descartados, 21 excluídos e 38 estão em investigação. Além disso, oito pessoas já morreram no Estado.

Três desses óbitos envolveram moradores de Três Lagoas, enquanto dois são referentes a moradores de Campo Grande e outros dois moradores de Batayporã. Um caso é referente a uma moradora de Paranaíba. Todos possuem mais de 63 anos.

Um nono caso, envolvendo um morador de Dourados, também foi registrado. Porém, o homem, o único abaixo dos 60 anos (ele tinha 56), morreu no Tocantins, vindo de Belém (PA). Os dois óbitos em Campo Grande foram de pessoas que não tiveram contato com casos confirmados, assim como aconteceu com um dos casos registrados em Três Lagoas.

Ou seja, isso indica que a transmissão comunitária - em que não é possível rastrear quem passou para a vítima - já é presente no Estado. Apesar do alerta para a situação, os números são relativamente confortáveis em Mato Grosso do Sul, o que pode gerar uma falsa sensação de segurança e um surto repentino aconteça, causando colapso ao sistema de saúde local.

Enquanto vários estabelecimentos estão sendo reabertos com várias restrições e medidas de higiene, Governo do Estado e prefeituras ainda não se manifestaram sobre a liberação de eventos esportivos, mesmo que sem torcida. A expectativa é que algo sobre isso seja publicado sobre isso em breve.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.