Ads Top

Grêmio e Internacional realizam testes para Covid-19 e voltam aos treinos nesta terça

Ainda em meio à crise provocada pela pandemia de covid-19, os principais times do futebol brasileiro sinalizam a volta às atividades. Os gaúchos serão os primeiros a se reapresentarem. Com autorização da Prefeitura de Porto Alegre, a dupla Grêmio e Internacional recomeça os treinos presenciais esta semana: nesta segunda-feira (4), a comissão técnica do Colorado e os funcionários do Tricolor se apresentaram; na terça-feira (5) será a vez dos jogadores de ambos os times.

No Inter, todos passaram por testes
Seis equipes já trabalham com os jogadores, mas virtualmente: Bahia, Botafogo, Bragantino, Coritiba, Flamengo, Fluminense e RB Bragantino. Os clubes já divulgaram exercícios a serem feitos pelos atletas, separadamente, mas já com horários definidos.

O Flamengo, inclusive, já está testando funcionários e atletas para covid-19, aguardando apenas a liberação de autoridades de saúde do Rio de Janeiro para voltar a trabalhar no Ninho do Urubu.

Segundo o protocolo Jogo Seguro, elaborado pela FERJ e pelos clubes, com diretrizes de biossegurança para a volta às atividades (treino), os atletas só poderiam regressar aos treinos, mesmo com restrições, 72h após a realização dos testes da Covid. E no caso rubro-negro, em que a equipe foi testada no sábado (2), o Ninho só estaria liberado para receber o grupo na terça-feira (5).

A volta ao trabalho combina com o interesse do Ministério da Saúde, que em carta enviada aos clubes e à CBF se manifestou favorável à volta do futebol. O documento ressalta que os jogos, sem a presença de público e com transmissão pela TV, ajudariam a reduzir a presença de pessoas nas ruas, ampliando as taxas de isolamento social.

No Grêmio, CT passou por descontaminação química
No entanto, a pasta ressalta que caberia a cada Secretaria Estadual de Saúde definir que tipo de atividades esportivas podem ser realizadas em cada federação.

A CBF confirma que a finalização dos Estaduais é importante porque, só após o complemento dessas competições, terá início o Brasileirão. O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, reconhece que não cabe à entidade definir datas, mas diz achar importante a volta aos treinos para que os jogadores estejam prontos o quanto antes para quando o futebol for liberado.

Mas apesar do movimento de retorno, o Campeonato Mineiro não deverá retornar antes do fim de junho. Em entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente da Federação Mineira, Adriano Aro, confirmou essa informação no último sábado (2).

Agência Brasil

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.